Geral
publicado em 04/04/2013 às 17h44:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Maurício Bazilio/SECOM RJ
Foto: Maurício Bazilio/SECOM RJ
Dr. Lúcio Pacheco e o paciente Natan Natan e seu pai no Hospital Estadual da Criança, no Rio de Janeiro
  « Anterior
Próxima »  
Dr. Lúcio Pacheco e o paciente Natan
Natan e seu pai no Hospital Estadual da Criança, no Rio de Janeiro

O Hospital Estadual da Criança do Rio de Janeiro realizou, nesta quarta-feira (4), o primeiro transplante da unidade. Ubiratan Tonaso doou parte do fígado para o filho Natan Tonaso, de 1 ano e um mês. Coordenado pelo médico Lúcio Pacheco, responsável pelo setor, o procedimento duplo durou nove horas. Pai e filho passam bem.

O pai está muito bem e deve deixar a UTI em breve. O menino já evoluiu de ontem para hoje dentro do esperado para um procedimento desta complexidade. Natan deve ficar pelo menos uma semana na UTI recebendo todos os cuidados" esclarece Lúcio Pacheco.

O menino é uma das quatro crianças que fizeram as primeiras consultas para cirurgias de transplante pediátrico de fígado e já estão com cirurgia agendada."A expectativa é que até o final do ano sejam realizados 20 transplantes de fígado e 20 transplantes de rim ", disse completou o médico.

Os pacientes e famílias que são candidatos a transplante de rim intervivo serão selecionadas a partir do grupo que já é atendido no Hospital Federal de Bonsucesso para que, na próxima semana, sejam feitas as primeiras consultas. Hoje há três crianças ativas inscritas na fila por um rim de doador falecido e o Hospital Estadual da Criança já está com equipe montada para realizar essa cirurgia assim que surgir um órgão compatível para um desses três pacientes.

Inaugurado 4 de março, o Hospital Estadual da Criança é a primeira unidade do Rio de Janeiro voltada para atendimento pediátrico. Em 28 de março, o hospital recebeu o credenciamento por parte do Sistema Nacional de Transplantes. Foi publicado no Diário Oficial da União a portaria 313, assinada pelo secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda, habilitando o Hospital Estadual da Criança a realizar transplantes de rim, fígado e músculo esquelético.

Responsável por regular o sistema de transplantes no estado, o Programa Estadual de Transplantes atua na captação de órgãos, distribuição aos hospitais transplantadores respeitando a fila, aprimoramento da gestão técnica, subsídio às unidades de saúde e capacitação de profissionais. Ocupando a lanterna no país na área de doação de órgãos até 2010, o Rio de Janeiro registrou um avanço nos últimos dois anos, pulando para a atual 3º posição no ranking. Em 2012, foram 221 doações de órgãos.Em 2013, foram registradas 32 captações e 100 transplantes até o momento.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
transplante de fígado    transplante de rim    Hospital Estadual da Criança do RJ    Sistema Nacional de Transplantes   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.