Geral
publicado em 26/03/2013 às 11h28:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Pequelia
Pesquisa mostrou que o estresse severo pode ter um impacto negativo significativo no desenvolvimento da criança.
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa mostrou que o estresse severo pode ter um impacto negativo significativo no desenvolvimento da criança.

Discussões estre os pais estão associadas ao funcionamento do cérebro de bebês. É o que revelam pesquisadores da Universidade de Oregon, nos EUA.

A pesquisa afirma que estar exposto a discussões entre os pais altera a maneira como o cérebro dos bebês processa a emoção do tom de voz. Segundo os investigadores, bebês respondem ao tom de voz zangado, mesmo quando estão dormindo.

Os cérebros dos bebês são altamente plásticos, permitindo-lhes desenvolver em resposta aos ambientes e suas experiências. No entanto, essa plasticidade vem com certo grau de vulnerabilidade. A pesquisa mostrou que o estresse severo, tal como maus tratos, pode ter um impacto negativo significativo no desenvolvimento da criança.

A líder da pesquisa Alice Graham e seus colegas decidiram investigar o impacto de fatores estressantes mais moderados. "Nós estávamos interessados em saber se uma fonte comum de estresse no início da vida das crianças, brigas entre os pais, está associada com a forma como cérebro dos bebês funciona", afirma Graham.

Os pesquisadores recrutaram 20 crianças, na faixa etária de 6 a 12 meses, que foram ao laboratório em seu horário regular para dormir. Enquanto eles estavam dormindo no scanner, as crianças foram expostas a frases sem sentido ditas em tom de voz muito irritado, levemente irritado, feliz e neutro por um adulto do sexo masculino.

"Mesmo durante o sono, as crianças apresentaram padrões distintos de atividade cerebral, dependendo da emoção do tom de voz apresentado", observa Graham.

Os pesquisadores descobriram que as crianças expostas a brigas entre os pais apresentaram maior reatividade ao tom de voz muito irritado em áreas do cérebro ligadas ao estresse e regulação da emoção, como o córtex cingulado anterior, núcleo caudado, tálamo e hipotálamo.

Pesquisas anteriores com animais mostraram que essas áreas do cérebro desempenham um papel importante no impacto do estresse precoce sobre o desenvolvimento. Os resultados deste novo estudo sugerem que o mesmo pode ser verdade para bebês humanos.

De acordo com Graham, esses resultados mostram que os bebês não são indiferentes à briga dos pais e que a exposição a esses conflitos pode influenciar a forma como o cérebro de bebês processa o estresse e a emoção.

A pesquisa foi publicada na revista Psychological Science.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Briga entre os pais    Estresse    Tom de voz    Universidade de Oregon    Alice Graham   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Briga entre os pais    estresse    tom de voz    Universidade de Oregon    Alice Graham   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.