Saúde Pública
publicado em 25/03/2013 às 19h51:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O governo do Distrito Federal (DF) aumentou as ações de combate à dengue e reforçou o alerta à população sobre a necessidade de eliminar os focos do mosquito Aedes Aegypti. A preocupação, segundo as autoridades, é em relação ao aumento da incidência do vírus tipo 4, de circulação recente no país, em regiões próximas.

Há uma epidemia de dengue em municípios goianos. De acordo com a secretaria estadual de Saúde de Goiás, somente em Goiânia foram confirmados 36.045 casos de dengue este ano, sendo que 71% correspondem ao tipo 4.

A subsecretária de Vigilância à Saúde do Distrito Federal, Marília Cunha, explica que este tipo de vírus pode causar complicações mais graves. "É um vírus que causa complicações mais agressivas, com maiores chances de o paciente ter febre hemorrágica, que pode ser fatal se não for diagnosticada e tratada apropriadamente" , explicou.

Ela enfatizou que o governo está concentrando esforços na retirada de lixo, principalmente nas regiões administrativas de Ceilândia, Taguatinga, Sobradinho 2 e São Sebastião, que apresentam os maiores números de casos em 2013.

" Estão sendo feitos mutirões todos os dias nessas regiões e reforçadas as ações de conscientização da população. Somente em Taguatinga, na semana passada, foram retirados 15 mil metros cúbicos de lixo de dentro das casas, volume suficiente para encher 12 caminhões de lixo" , disse.

De acordo com Marília Cunha, trata-se de uma situação " extremamente preocupante" . Ela ressaltou que cerca de 80% dos focos do mosquito Aedes Aegypti estão dentro das residências. " Por isso é fundamental que a população se envolva nesse combate e separe dez minutos do seu dia para eliminar esses focos" , destacou.

A subsecretária de Vigilância à Saúde do Distrito Federal lembrou que foram disponibilizados kits rápidos para diagnosticar a doença em todas as unidades da rede.

" Essa é uma boa notícia, porque em 20 minutos é possível conhecer o resultado e, se a doença for confirmada, o paciente sai da unidade [de saúde] para o tratamento. Ele pode ficar sob observação e fazer testes complementares para verificar os órgãos atingidos, evitando complicações", disse.

No estado de Goiás, houve aumento de 682,91% nos casos de dengue notificados até 16 de março, em relação ao mesmo período do ano passado. Até a 11ª semana de 2012, foram confirmadas 9.652 ocorrências. Em 2013, também nas 11 primeiras semanas, os casos somam 75.567.

No Distrito Federal, houve 957 confirmações da doença de 1º de janeiro a 20 de março. O número é 75% maior do que o registrado no mesmo período de 2012.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
   Palavras-chave:   Dengue    Aedes aegypti    Distrito Federal    DF    Goiânia   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Dengue    Aedes aegypti    Distrito Federal    DF    Goiânia   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.