Saúde Pública
publicado em 18/03/2013 às 15h35:00
   Dê o seu voto:

Epidemia mundial de cepas de tuberculose resistentes a drogas preocupa OMS

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Fardin Waezi
OMS diz que até 2 milhões de pessoas poderão estar contaminadas com cepas de tuberculose até 2015
  « Anterior
Próxima »  
OMS diz que até 2 milhões de pessoas poderão estar contaminadas com cepas de tuberculose até 2015

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária afirmam que as cepas de tuberculose com resistência a múltiplas drogas estão se espalhando amplamente pelo mundo.

As autoridades destacam a necessidade anual de pelo menos US$ 1,6 bilhão em financiamento internacional para o tratamento e prevenção da doença.

Segundo a diretora-geral da OMS Margaret Chan, a única maneira de realizar o trabalho urgente de identificar todos os casos novos de tuberculose e, simultaneamente, fazer progressos contra os casos graves já existentes é mobilizar um financiamento significativo de fontes doadoras nacionais e internacionais.

A tuberculose costuma ser vista como uma doença do passado, mas o surgimento de cepas resistentes a várias drogas fez com que ela se tornasse na última década um dos mais prementes problemas sanitários do planeta. De todas as doenças infecciosas, apenas o HIV mata mais gente.

Em 2011, 8,7 milhões de pessoas contraíram tuberculose, e 1,4 milhão morreram. A OMS diz que até 2 milhões de pessoas poderão estar contaminadas com cepas resistentes até 2015.

A tuberculose comum tem uma cura demorada. Os pacientes precisam usar um coquetel de antibióticos durante o período de seis meses, e muitos doentes abandonam o tratamento. Isso, junto com o uso excessivo ou equivocado de antibióticos, tem contribuído para que o bacilo desenvolva resistência.

A tuberculose multirresistente consegue "escapar" de dois remédios habitualmente usados, e uma forma ainda mais severa, conhecida como tuberculose extensivamente resistente a drogas, é capaz de sobreviver até mesmo a algumas drogas mais eficazes. A OMS disse que casos desse tipo foram localizados em 77 países em 2011.

Na Índia, médicos relataram também casos de tuberculose totalmente resistente, para a qual não há drogas eficazes.

A OMS e o Fundo Global identificaram uma lacuna de US$ 1,6 bilhão em ajuda internacional anual para a luta contra a tuberculose em 118 países de renda baixa e média. Preencher essa lacuna pode permitir o tratamento completo de 17 milhões de doentes com tuberculose multirresistente e salvar 6 milhões de vidas entre 2014 e 2016.

"É fundamental que nós levantemos o financiamento que é urgentemente necessário para o controle da doença. Se não agirmos agora, nossos custos podem subir rapidamente. É investir agora ou pagar para sempre", afirma Mark Dybul, do Fundo Global.

Veja mais detalhes sobre o relatório da OMS e do Fundo Global (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Epidemia mundial de cepas de tuberculose resistentes a drogas preocupa OMS
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Epidemia mundial de cepas de tuberculose resistentes a drogas preocupa OMS


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Tuberculose    tuberculose multirresistente    verba    OMS    Fundo Global de Combate à AIDS    Tuberculose e Malária    Margaret Chan   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.