Geral
publicado em 08/03/2013 às 21h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Polícia Civil GOT
Policiais avaliam que o relacionamento com o público externo é mais fácil do que com colegas e chefes
  « Anterior
Próxima »  
Policiais avaliam que o relacionamento com o público externo é mais fácil do que com colegas e chefes

A hierarquia militar, o preconceito de gênero e o volume de trabalho são as principais causas do estresse entre as mulheres que atuam na Polícia Militar do Rio de Janeiro. A informação consta do levantamento Estresse Ocupacional em Mulheres Policiais, elaborado pelo Centro Latino Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (Claves).

Com previsão de ser lançada ainda este mês, na Revista Ciência e Saúde Coletiva, a pesquisa ouviu 42 policiais e constatou que as oficiais estão mais submetidas a estresse do que as praças. A hipótese é que o problema nas patentes mais altas resulte da relação entre mais responsabilidade, número reduzido de subordinados e falta de autonomia.

" As oficiais têm maior poder de decisão e, por esse motivo, as restrições de seu posto por questões hierárquicas da própria instituição as afetam mais intensamente" , avalia a doutora em Saúde Pública Maria Cecília Minayo, uma das autoras da pesquisa. Estudando o tema há dez anos, a especialista explica que, dentre as profissões, a de policial é a que concentra o maior estresse.

No caso das praças, além do volume de trabalho e da falta de equipamentos, são agravantes o medo de serem punidas por pequenos deslizes e a discriminação por causa da patente na hora da alimentação prática comum na corporação. " São três tipos de comida: tomate para os praças, legumes para os sargentos e tudo e mais alguma coisa para os oficiais" , contou uma das entrevistadas.

São sintomas frequentes do estresse entre as policiais problemas como hipertensão, gastrite, insônia, crises alérgicas e falha de memória

Outro problema é a discriminação na distribuição de tarefas. Para as entrevistadas, o comando da PM prefere homens em funções operacionais. " A gente tem de lidar com essa questão [de gênero] o tempo todo mostrando que estamos lado a lado. Eles dizem: 'terei de cuidar de bandido e da mulher, pois, em vez de atirar, ela vai passar batom'" , contou uma policial.

São sintomas frequentes do estresse entre as policiais problemas como hipertensão, gastrite, insônia, crises alérgicas, falha de memória, dores no corpo e queda de cabelo. Outro reflexo é o isolamento da família, prática que adotam " para não descontar os problema do trabalho" e o sentimento de culpa com os filhos. É que, em casa, elas preferem ficar a sós ou dormir.

Diante desse quadro, as policiais avaliam que o relacionamento com o público externo é mais fácil do que com colegas e chefes e chegam a admitir que estão na corporação pela estabilidade no emprego. " Para muitas, o prazer não compensa o estresse" , informa o documento.

Vinculado à Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Claves recomenda à PM do Rio " que revise sua organização e suas práticas sob a perspectiva de gênero" .

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
estresse    atividade policial    hierarquia militar    Estresse Ocupacional em Mulheres Policiais    entro Latino Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli    Claves   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.