Geral
publicado em 08/03/2013 às 15h57:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Du Amorim/Governo de São Paulo
Foto: Du Amorim/Governo de São Paulo
Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer foi lançado no Icesp De acordo com Alckmin, a expectativa é que 1,2 mil pacientes sejam regulados por mês
  « Anterior
Próxima »  
Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer foi lançado no Icesp
De acordo com Alckmin, a expectativa é que 1,2 mil pacientes sejam regulados por mês

Será lançado em São Paulo, nesta sexta-feira (8), no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), a rede "Hebe Camargo" de Combate ao Câncer, que prevê a integração de 71 unidades para tratamento oncológico. Com isso, serão ampliadas as unidades que oferecem tratamento do câncer e novos equipamentos. A expectativa é que a rede possa atender mais de 12 mil novos pacientes por mês.

Segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde, o projeto será implantado em no máximo 20 meses. A outra novidade é que todos os hospitais receberão os mesmos protocolos de atendimento, unificando e padronizando ainda mais o tratamento.

Para a implantação da rede foram necessários dois anos de estudos para a realização do mapeamento do câncer em todo o Estado. Um Comitê de Oncologia, coordenado pelo Icesp e com a participação de 14 unidades referência no atendimento oncológico, teve a missão de levantar e apontar as principais necessidades, montando os planos de melhorias e expansão dos serviços oncológicos.

Das 71 instituições (estaduais, municipais e filantrópicas) que farão parte do Programa, 13 receberão ampliações e adequações em seus serviços. As outras 58 estão funcionando dentro dos padrões e serão qualificadas pela Rede, recebendo os mesmos protocolos de atendimento ao paciente com câncer, oferecidos pelo Icesp.

Regulação

Uma Central de Regulação Oncológica fará o monitoramento e o gerenciamento dos serviços da Rede, encaminhando o paciente para a unidade mais próxima de sua residência. Isso será feito de acordo com a complexidade e necessidade dos casos.

O novo setor será composto por médicos, enfermeiros, assistentes sociais e administrativos. Inicialmente, a meta é regular 1,2 mil pacientes por mês. Até o final de 2014, quando a Rede estiver 100% implantada, o serviço irá aumentar em 1.000% o número de novos pacientes regulados no Estado.

Implantação

A Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer será implantada em três etapas distintas e simultâneas: adequação estrutural dos serviços, qualificação das unidades participantes e expansão da Central de Regulação. Além disso, o projeto Caminhos na Rede, idealizado para integrar o programa, levará atendimento humanizado para todos os pacientes com câncer, promovendo o acolhimento e a ética no cuidado em todos os níveis de atendimento, deslocamento e tratamento, colaborando com a melhoria do paciente.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Combate ao Câncer    Rede "Hebe Camargo"    oncologia    regulação    central de regulação    São Paulo    Icesp    Instituto do Câncer de São Paulo   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.