Geral
publicado em 05/03/2013 às 10h32:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: G.L. Kohuth/MSU
Foto: G.L. Kohuth/MSU
Foto: G.L. Kohuth/MSU
Professora Cheryl Sisk (a esq.) e Maggie Mohr analisam imagens do estudo Pesquisadores estão estudando como o cérebro de hamster se desenvolve na esperança de proporcionar um contato com comportamento humano Maggie Mohr analisa dados da pesquisa
  « Anterior
Próxima »  
Professora Cheryl Sisk (a esq.) e Maggie Mohr analisam imagens do estudo
Pesquisadores estão estudando como o cérebro de hamster se desenvolve na esperança de proporcionar um contato com comportamento humano
Maggie Mohr analisa dados da pesquisa

O cérebro acrescenta novas células durante a puberdade para ajudar a navegar no complexo mundo social da vida adulta. É o que revela estudo de neurocientistas da Universidade Estadual de Michigan, nos EUA.

Dados sugerem que novas células podem ser importantes para a função reprodutora adulta.

A pesquisa foi publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Os cientistas costumavam pensar que uma pessoa já nascia com o total de células cerebrais que ela era capaz de ter. Após estudos mostrarem o nascimento de novas células cerebrais em adultos, a sabedoria convencional considerou que esse crescimento foi limitado a duas regiões do cérebro associadas à memória e olfato.

No entanto, nos últimos anos, os pesquisadores têm demonstrado que o cérebro de mamíferos também adiciona células durante a puberdade na amígdala e em regiões interligadas onde se pensava não haver um novo crescimento.

A amígdala desempenha um papel importante em ajudar o cérebro a entender os sinais sociais. Nos camundongos, ela capta sinais transmitidos pelo cheiro através de feromônios, em seres humanos, a amígdala avalia as expressões faciais e linguagem corporal.

"Essas regiões são importantes para comportamentos sociais, particularmente o acasalamento. Portanto, achamos que as células que são adicionadas a essas partes do cérebro durante a puberdade podem ser importantes para a função reprodutora adulta", afirma a principal autora Maggie Mohr.

Para testar essa ideia, Mohr e Cheryl Sisk, injetaram camundongos machos com um marcador químico para mostrar o nascimento de células durante a puberdade. Quando os animais amadureceram em adultos, os pesquisadores lhes permitiram interagir e acasalar com as fêmeas.

Examinando o cérebro imediatamente depois do encontro, os pesquisadores encontraram novas células nascidas durante a puberdade na amígdala e em regiões associadas. Algumas das novas células continha uma proteína que indica a ativação de células, o que mostrou que essas células haviam se tornado parte das redes neurais envolvidas no comportamento social e sexual.

"Antes deste estudo não estava claro se as células nascidas durante a puberdade ainda sobreviviam até a idade adulta. Nós mostramos que elas podem amadurecer para se tornar parte do circuito cerebral subjacente ao comportamento adulto", explica Mohr.

Os resultados também mostraram que mais novas células cerebrais sobreviveram e se tornaram funcionais em machos criados em um ambiente enriquecido, uma grande gaiola com uma roda de corrida, materiais de nidificação e outras características, do que aqueles com uma gaiola simples.

Enquanto as pessoas agem de forma mais complicada do que os roedores, os pesquisadores disseram que esperam que seu trabalho finalmente lance luz sobre o comportamento humano. "Nós não sabemos se as células são adicionadas à amígdala humana durante a puberdade, mas sabemos que a amígdala desempenha um papel semelhante em pessoas como em animais. Esperamos saber se mecanismos semelhantes estão em jogo, conforme o cérebro das pessoas sofre a metamorfose que ocorre durante a puberdade", conclui Sisk.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Puberdade    vida adulta    novas células cerebrais    função reprodutora adulta    Universidade Estadual de Michigan    Maggie Mohr   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.