Geral
publicado em 04/03/2013 às 17h50:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Erick Arruda/ACSHUB
Profissionais irão implantar o Serviço de Acolhimento e Acompanhamento do Indígena Referenciado para Tratamento no HUB.
  « Anterior
Próxima »  
Profissionais irão implantar o Serviço de Acolhimento e Acompanhamento do Indígena Referenciado para Tratamento no HUB.

O Hospital Universitário de Brasília (HUB), ligado a Universidade de Brasília (UnB), oferecerá, a partir de abril deste ano, atendimento especializado a pacientes indígenas. Durante o mês de março, professores e estudantes, representantes da direção do HUB, Coordenação da Casa de Apoio à Saúde do Índio e Ministério da Saúde trabalharão na implantação do Serviço de Acolhimento e Acompanhamento do Indígena Referenciado para Tratamento no HUB.

De acordo com a professora Maria da Graça Hoefel, uma das coordenadoras do projeto, a ideia surgiu a partir de uma demanda dos estudantes indígenas da universidade para a discussão da saúde dos seus povos, e é desdobramento do projeto de extensão Vidas Paralelas Indígenas.

No ambulatório, que deverá funcionar às segundas, quartas e sextas-feiras, os estudantes indígenas da área da saúde da UnB receberão os índios acolhidos pela Casa de Apoio à Saúde do Índio (Casai) do Distrito Federal e participarão de todo o processo assistencial recebido pelos indígenas no HUB.

" O índio chegará com um problema de saúde, será acolhido no ambulatório e um estudante fará o acompanhamento durante todo o atendimento até a alta. Vamos, ao mesmo tempo, acompanhar e contemplar toda a discussão cultural, da língua e dos costumes. É uma experiência inédita no Brasil" , afirma a professora Maria da Graça.

"Estamos associando um estudante indígena como tutor de cada paciente indígena referenciado para o HUB" , afirma Hervaldo Sampaio Carvalho, diretor-geral do HUB. O serviço também poderá acolher os estudantes indígenas da UnB quando os mesmos apresentarem problemas de saúde ambulatorial.

Demanda

Com o projeto, o HUB terá um atendimento mais especializado, que contará com a participação de cerca de 15 graduandos, criando um fluxo permanente de atendimento ambulatorial e de acolhimento de alunos e pacientes. De acordo com Aline de Castro Saldanha Nunes, coordenadora da Casai-DF, o projeto deve suprir a deficiência e as dificuldades de assistência à saúde enfrentadas pelo índio na capital federal. Ela explica que, hoje, a Casai tem capacidade limitada, para cada índio que chega, outro tem que sair. " A média de permanência hoje é de 15 dias. Essa iniciativa deve agilizar o atendimento e diminuir o tempo de tratamento, permitindo que a média de permanência na Casai sofra redução e o número de pessoas atendidas aumente" , afirma.

Com informações da UnB

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Saúde indígena    Hospital Universitário de Brasília    HUB    Universidade de Brasília    UnB    Brasília   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
saúde indígena    Hospital Universitário de Brasília    HUB    Universidade de Brasília    UnB    Brasília   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.