Foto Saúde
publicado em 04/03/2013 às 17h19:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Du Amorim/Governo de São Paulo
Foto: Du Amorim/Governo de São Paulo
Equipe reunida no Campo de Marte durante anúncio Médicos e enfermeiros do Grau terão apoio de 21 helicópteros da Polícia Militar para transporte aéreo de pacientes com quadros gravíssimos e risco iminente de morte
  « Anterior
Próxima »  
Equipe reunida no Campo de Marte durante anúncio
Médicos e enfermeiros do Grau terão apoio de 21 helicópteros da Polícia Militar para transporte aéreo de pacientes com quadros gravíssimos e risco iminente de morte

Em São Paulo, mais nove bases do Grupo de Atendimento e Resgate às Urgências (Grau) serão instaladas nas cidades de Bauru, Araçatuba, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Presidente Prudente, Praia Grande, São José do Rio Preto, Sorocaba e Piracicaba. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai investir R$ 34,7 milhões para ampliar a " tropa de elite" do resgate médico, aéreo e terrestre, a vítimas de acidentes e violência em todo o estado.

O projeto-piloto de ampliação da rede começou por Campinas, em 2012. Além disso, o Grau já mantém cinco bases na capital, incluindo o grupamento aéreo, que atuam em toda a região metropolitana da Grande São Paulo.

Para reforçar e agilizar o socorro pré-hospitalar, fundamental para salvar vidas, a Secretaria comprou 55 novas ambulâncias, além de materiais e insumos necessários para o atendimento.

Ainda segundo informou a secretaria, serão contratados 258 novos profissionais, dos quais 136 médicos (cirurgiões, intensivistas e anestesistas) e 122 enfermeiros, especializados no atendimento a pessoas em estado grave, como vítimas de atropelamento, quedas e até de grandes catástrofes, visando à estabilização do estado clínico até a chegada ao hospital.

Os médicos e enfermeiros do Grau terão o apoio de 21 helicópteros da Polícia Militar para transporte aéreo de pacientes com quadros gravíssimos e risco iminente de morte.

As novas bases serão instaladas até o próximo ano nos municípios do interior e litoral, que foram selecionados com base em sua grande densidade demográfica. Além disso, todas essas cidades possuem estruturas hospitalares aptas a receberem os pacientes em diferentes graus de complexidade, plenamente integradas com as Redes de Urgência do Estado, incluído os diversos Samus municipais.

Com a ampliação do Grau, a Secretaria irá quadriplicar o orçamento de seu serviço de Resgate, dos atuais R$ 5 milhões para R$ 22 milhões por ano.

"O atendimento pré-hospitalar é crucial para estabilizar a vítima antes da remoção, especialmente de pessoas com quadros mais graves, como aquelas em choque ou inconscientes, aumentando desta forma as chances de sobrevivência", afirma Giovanni Guido Cerri, secretário de estado da Saúde de São Paulo.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Grupo de Atendimento e Resgate às Urgências    GRAU    São Paulo    Secretaria de Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.