Geral
publicado em 04/03/2013 às 12h38:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Imagem: Cancer Research UK
Adesivo libera estrogênio através da pele
  « Anterior
Próxima »  
Adesivo libera estrogênio através da pele

Um adesivo que entrega o hormônio estrogênio através da pele pode ser um tratamento mais barato e seguro para o câncer de próstata do que as terapias atuais. É o que revela estudo de pesquisadores do Imperial College London, no Reino Unido.

Ensaios clínicos mostraram que os adesivos, usados normalmente para tratar os sintomas da menopausa nas mulheres, reduziu os níveis de testosterona em homens a um nível semelhante ao alcançado com o tratamento hormonal atual, ou injeções de LHRHa.

Muitos cânceres de próstata precisam do hormônio masculino testosterona para crescer. O uso de drogas para reduzir a testosterona em estágios avançados da doença pode diminuir o crescimento do tumor.

Na década de 1960, isso foi feito usando comprimidos de estrogênio, mas isso causou efeitos colaterais sobre o coração e a coagulação do sangue de alguns homens. Agora, as injeções de LHRHa são o principal tratamento para a redução da testosterona, mas elas podem também causar efeitos secundários graves, incluindo osteoporose, fraturas ósseas e diabetes.

O estudo comparou o tratamento padrão, injeções de LHRHa, aos adesivos de estrogênio em homens com câncer de próstata localmente avançado ou câncer de próstata que se espalhou, a fim de testar os benefícios e efeitos colaterais dos adesivos.

Cerca de 254 homens participaram da tentativa inicial que mostrou que os adesivos pareciam suprimir os níveis de testosterona de forma semelhante às injeções de LHRHa. É importante ressaltar que os adesivos não causaram o mesmo grau de problemas de coagulação do sangue causados por comprimidos de estrogênio.

E depois de 12 meses, os pesquisadores também descobriram que aqueles que receberam o tratamento LHRHa tiveram maior glicemia e colesterol mais alto, o que pode aumentar o risco de doença cardíaca em comparação com os homens tratados com adesivos.

"Estes resultados promissores sugerem que podemos ser capaz de usar adesivos de estrogênio ou um gel de estrogênio para tratar o câncer de próstata sem aumentar significativamente o risco de doença cardíaca e derrame", afirma a pesquisadora Ruth Langley.

O próximo passo da equipe é testar se os adesivos de estrogênio são tão eficazes em parar o crescimento do câncer de próstata quanto os tratamentos hormonais atuais. "Estamos testando isso em mais de 600 pacientes e alguns resultados iniciais podem estar disponíveis ainda este ano", conclui o autor da pesquisa Paul Abel.

cancerresearchuk
Adesivo de estrogênio é nova opção para tratamento do câncer de próstata

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Adesivo de estrogênio    câncer de próstata    menopausa    terapia hormonal    Imperial College London    Paul Abel   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.