Geral
publicado em 02/03/2013 às 14h31:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Tabagismo aumenta o risco de câncer de mama, especialmente quando as mulheres começam a fumar mais cedo na vida. É o que revelam pesquisadores da American Cancer Society.

Os resultados mostram que mulheres que começaram a fumar antes do primeiro ciclo menstrual foram 61% mais prováveis de desenvolver câncer de mama em comparação com mulheres não fumantes.

Por anos, especialistas têm questionado se o tabagismo está diretamente relacionado com o risco de câncer de mama ou se a associação é complicada pelo fato de que muitas mulheres que fumam também consomem álcool, que também tem sido ligado ao risco de câncer de mama.

Estudos produziram resultados contraditórios. Agora, porém, pesquisadores analisaram dados de mais de 73 mil mulheres e encontraram forte evidência de uma ligação entre o tabagismo e o câncer de mama.

"Não é apenas uma relação entre álcool e câncer de mama, mas o fumo por si só está relacionado ao câncer de mama", afirma a líder da pesquisa Mia Gaudet.

Segundo os pesquisadores, o momento do início do fumo parece afetar o grau de risco. "Notamos que as mulheres que começam a fumar antes da primeira gravidez estão em maior risco de câncer de mama", afirma Gaudet.

Os pesquisadores analisaram dados de mulheres matriculadas em um estudo que avaliou fatores de estilo de vida. Durante o acompanhamento de cerca de 14 anos, mais de 3.700 casos de câncer de mama invasivo foram encontrados.

Quando as mulheres entraram no estudo, em 1992, elas tinham entre 50 e 74 anos. Elas forneceram informações sobre tabagismo, no passado e no presente. No início, cerca de 8% fumavam, cerca de 36% tinham parado e cerca de 56% nunca havia fumado.

A incidência de câncer de mama invasivo foi 24% maior em fumantes e 13% maior em ex-fumantes, em comparação com não fumantes.

"As mulheres que começaram a fumar antes de seu primeiro período menstrual foram 61% mais propensas a ter câncer de mama do que as não fumantes", destaca Gaudet. As mulheres que começaram após a primeira menstruação, mas 11 anos ou mais antes da primeira gravidez tiveram risco 45% maior, em comparação com não fumantes.

De acordo com Gaudet, a nova pesquisa sugere que o fumo, por si só, eleva o risco de câncer de mama. Os pesquisadores encontraram uma ligação ou associação, mas ainda não puderam provar a causa e o efeito.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Tabagismo    Câncer de mama    Fumo    American Cancer Society    Mia Gaudet   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Tabagismo    câncer de mama    fumo    American Cancer Society    Mia Gaudet   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.