Geral
publicado em 03/03/2013 às 10h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Estudo realizado por pesquisadores do Karolinska Institutet, na Suécia, revela que a cortisona, hormônio utilizado em certos medicamentos, aumenta o risco de pancreatite aguda.

Os resultados, publicados na revista JAMA Internal Medicine, sugerem que os pacientes tratados com a substância em algumas formas devem ser informados sobre os riscos e aconselhados a abster-se de álcool e tabagismo.

A pancreatite aguda é a doença mais comum do pâncreas e é causada por uma inflamação aguda do órgão. A maioria dos pacientes se recupera sem complicações. No entanto, em 15 a 20% dos pacientes, a doença desenvolve-se em uma condição de risco de vida. As causas mais comuns da doença são os cálculos biliares e consumo elevado de álcool, mas em um quarto dos pacientes as causas são desconhecidas.

Estudos anteriores baseados em casos individuais indicaram uma ligação entre pancreatite aguda e alguns medicamentos, como preparações que continham cortisona. Cortisona endógena deriva de um hormônio adrenal e está relacionada ao estresse e à regulação do ritmo circadiano. A forma mais comum em humanos é o cortisol (ou hidrocortisona). Cortisona sintético é usado para tratar uma série de condições médicas, tais como a asma e doenças autoimunes (por exemplo, doenças reumáticas).

O estudo é o primeiro a demonstrar a relação entre cortisona e pancreatite aguda. Seis mil pacientes diagnosticados com pancreatite aguda entre 2006 e 2008 foram comparados com 61 mil controles saudáveis.

Os resultados mostraram que as pessoas tratadas com cortisona em forma de comprimido correram um risco 70% maior de desenvolver pancreatite aguda. Esta ligação foi observada após três dias de medicação, o que justifica a evidência de que o fator causal foi a cortisona, em vez de a doença tratada em si.

"No entanto, não houve aumento observável no risco para as pessoas que usam cortisona aerossol, como inaladores para asma. Mas as pessoas que começam um tratamento com cortisona são recomendadas a abster-se de beber e fumar, fatores de risco para pancreatite aguda", conclui o principal autor do estudo, Omid Sadr-Azodi.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Cortisona    Pancreatite aguda    Doenças autoimunes    Karolinska Institutet    Omid Sadr-Azodi   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Cortisona    pancreatite aguda    doenças autoimunes    Karolinska Institutet    Omid Sadr-Azodi   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.