Profissão Saúde
publicado em 02/03/2013 às 10h17:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: MS
Falta de médicos especialistas e de leitos de UTI são alguns fatores que caracterizam o quadro identificado pelo estudo.
  « Anterior
Próxima »  
Falta de médicos especialistas e de leitos de UTI são alguns fatores que caracterizam o quadro identificado pelo estudo.

Implantados com a proposta de dar assistência aos casos de urgência e emergência, os hospitais de referência regionais de Pernambuco não são totalmente acessíveis para atendimentos desse tipo. A falta de médicos especialistas e de leitos de UTI nas unidades e a incompleta implantação desses serviços são alguns fatores que caracterizam esse quadro.

Os dados constam em um estudo em saúde pública da Fiocruz Pernambuco desenvolvido pela pesquisadora Luciana Dubeux. Para a realização da pesquisa foram entrevistados 108 profissionais de saúde, entre diretores de hospitais, médicos e enfermeiros, e 853 usuários.

O levantamento constatou que a oferta de serviços nessas unidades está em desacordo com o preconizado pelo Plano Diretor de Regionalização (PDR) adotado pelo estado. A maioria dos casos assistidos são de menor complexidade, como pequenos ferimentos e cirurgia de retirada do apêndice.

A atenção as gestantes se limita aos casos sem complicações, na maioria dos hospitais, e a realização de parto de gestante de alto risco é condicionada a presença de um anestesista de plantão. As cirurgias eletivas são reduzidas as de pequeno porte e a oferta regular desses procedimentos é comprome pela falta de cirurgião pediátrico, neurocirurgiões e a limitação de salas cirúrgicas e de leitos.

No quesito recursos humanos todos os gestores entrevis disseram que os hospitais possuem clínico geral, pediatra, anestesista e ginecologista/obstetra, com exceção da unidade de Caruaru, que não atende gestantes. Apesar dessa afirmativa, foi observado que os clínicos desempenham funções de outros especialistas e a necessidade de contratação de anestesistas via cooperativa. Também se verificou a conção insuficiente de neurologistas, cardiologistas, cirurgiões gerais, cirurgiões pediátricos e neurocirurgiões.

" Os entrevistados apontaram a necessidade de treinamentos, reciclagem profissional e implantação de política de incentivo financeiro para os profissionais permanecerem trabalhando nas cidades interioranas" , afirmou Luciana. A disponibilidade de laboratório de análise clínica, de exames radiográficos e de leitos foram outros itens avaliados em reção à oferta de serviços especializados.

O estudo também avaliou o grau de implantação de dez serviços de urgência e emergência que compõem a rede de referência microrregional e macrorregional, tendo como critérios as estruturas física, organizacional e recursos materiais e às atividades de rotina e de referência/contra referência. Com base nesses parâmetros, nenhum dos hospitais avaliados atingiu o grau de implantação satisfatório e seis foram tidos como deficiente. Quatro deles, localizados em macrorregionais, foram avaliados como aceitáveis. Comparando-se os graus de implantações de acordo com as dimensões, verificou-se que os hospitais das macrorregionais saíram-se melhores nas questões relativas ao processo e os microrregionais em relação às questões de estrutura.

Com informações da Fiocruz

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Emergência    Pernambuco    Saúde pública    UTI    Plano Diretor de Regionalização    PDR   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
emergência    Pernambuco    saúde pública    UTI    Plano Diretor de Regionalização    PDR   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.