Saúde Pública
publicado em 23/02/2013 às 15h15:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: José Pantoja/ Sespa
Foto: José Pantoja/Sespa
Curso de Capacitação de Batedores Artesanais de Açaí em Boas Práticas e Utilização de Equipamento de Branqueamento Objetivo do curso é eliminar o estigma de que o açaí seja o único alimento responsável pela transmissão oral da Doença de Chagas
  « Anterior
Próxima »  
Curso de Capacitação de Batedores Artesanais de Açaí em Boas Práticas e Utilização de Equipamento de Branqueamento
Objetivo do curso é eliminar o estigma de que o açaí seja o único alimento responsável pela transmissão oral da Doença de Chagas

Uma técnica denominada branqueamento do açaí, para ser utilizada na indústria alimentícia do fruto, está sendo difundida no estado do Pará com o objetivo de eliminar os riscos de contaminação da doença de Chagas. Considerado carro-chefe na economia do estado por seu uso em vários segmentos de produção, o açaí carrega o estigma de ser o único responsável pela transmissão oral do Trypanosoma cruzi, protozoário agente causador da doença.

Para garantir mais segurança e confiabilidade nos produtos alimentícios do açaí, o governo do Pará iniciou, nesta semana, a Capacitação de Batedores Artesanais de Açaí em Boas Práticas e Utilização de Equipamento de Branqueamento.

Durante a aula inaugural do curso foi apresentado o protótipo do equipamento para branqueamento do fruto que será utilizado pelos mais de dois mil batedores de Belém, capital do estado, já inscritos nas capacitações. O curso que será iniciado no dia 4 de março, acontecerá em períodos intercalados ao longo de 2013.

Na técnica de branqueamento do Programa de Qualidade do açaí, a fruta não muda de cor e não tem o gosto alterado, mas evita que a contaminação aconteça.

"Apesar de estar sendo relacionado ao consumo de açaí, reforçamos que o fruto não é o único culpado pelos casos de Chagas no Pará. Queremos alertar, sim, que todo processamento que não conta com a higiene adequada tem o risco de contaminação. Já tivermos surtos da doença com camarão salgado e com caldo de cana" , exemplifica Rosiana Nobre, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde.

A nutricionista da Divisão Estadual de Controle de Qualidades de Alimentos, do Departamento de Vigilância Sanitária da Sespa, Dorilea Pantoja, lembrou que as ações educativas junto aos batedores de açaí, assim como os manipuladores de alimentos, são de competência dos municípios. Mesmo assim, para evitar a proliferação do Trypanosoma cruzi, causador da doença de Chagas, o departamento vem trabalhando em conjunto com os municípios na capacitação dos batedores de açaí.

O Programa de Qualidade do Açaí, além das secretarias estaduais de agricultura e de saúde tem a parceria de mais 12 órgãos públicos, além do Sebrae e da Eletronorte.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
açaí    doença de Chagas    branqueamento do açaí    Trypanosoma cruzi    Pará    Batedores Artesanais de Açaí   
Comentários:
Comentar
Cassia
postado em:
23/02/2013 15:56:55
Boa matéria , precisamos divulgar.
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.