Saúde Pública
publicado em 21/02/2013 às 20h44:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Evandro Ananias
Pessoas entre 7 e 19 anos de idade recomenda-se que recebam duas doses (com intervalo de 30 dias)
  « Anterior
Próxima »  
Pessoas entre 7 e 19 anos de idade recomenda-se que recebam duas doses (com intervalo de 30 dias)

Com o retorno das férias de verão e o início do ano letivo escolar, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo orienta a população paulista a colocar em dia a vacinação contra o sarampo.

O estado já registrou o primeiro caso importado da doença neste ano. De acordo com investigação do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria, trata-se de um morador de Bauru, do sexo masculino, de 20 anos, com histórico de viagem para Flórida (EUA).

O sarampo é uma doença viral altamente transmissível. A circulação do vírus ocorre em diferentes partes do mundo, como a Europa, Ásia, Oceania e África. Somente neste ano, há informações de circulação intensa no Reino Unido, Congo, Uganda e Paquistão. O Estado de São Paulo não confirmou casos de sarampo em 2012.

Além do intenso trânsito internacional, interestadual e intraestadual de pessoas, a diretora do CVE, Ana Freitas, ainda ressalta que São Paulo deve receber em julho cerca de 40 mil jovens, vindos de todas as partes do mundo, que participarão da Jornada da Juventude Católica.

" Por isso é muito importante que todos mantenham a situação vacinal atualizada. A vacinação é a forma mais eficaz de se prevenir contra o sarampo" , afirma Ana.

A vacina tríplice viral, usada na prevenção contra o sarampo, protege também contra rubéola e caxumba. No calendário básico de vacinação, a primeira dose é aplicada aos 12 meses de idade e uma segunda dose entre 4 e 6 anos de idade. Para as pessoas entre 7 e 19 anos de idade recomenda-se que recebam duas doses (com intervalo de 30 dias) e, às pessoas entre 20 e 50 anos, pelo menos uma dose.

Aos viajantes que retornem a São Paulo a orientação é para ficarem atentos aos sintomas do sarampo febre e exantema (manchas avermelhadas no corpo), acompanhados ou não de tosse, coriza e conjuntivite. Nesses casos a recomendação é para procurarem imediatamente um serviço de saúde e evitar contato com outras pessoas antes do atendimento médico.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Sarampo    Vacina    Bauru    Secretaria de saúde    São Paulo    Centro de Vigilância Epidemiológica    CVE   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Sarampo    vacina    Bauru    Secretaria de saúde    São Paulo    Centro de Vigilância Epidemiológica    CVE   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.