Saúde Pública
publicado em 21/02/2013 às 14h26:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O acidente vascular cerebral (AVC) está causando menos mortes e incapacitações em Fortaleza, no Ceará. Segundo pesquisa do Programa de Atenção Integral e Integrada ao AVC, da Secretaria de Saúde do Estado, foram identificados 4.686 casos de AVC de 2009 a 2012. Neste período foi detectada queda de 17% em mortalidade e redução de 32% em complicações decorrentes da doença. A inauguração, em outubro de 2009, da Unidade de AVC do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), que atendeu 1.400 pacientes no primeiro ano de funcionamento, teve importante reflexo nestes resultados.

Durante os três anos de monitoramento do Programa de Atenção ao AVC, da Secretaria de Saúde do Ceará, 78,6% dos pacientes (3.684 ) receberam alta e 20%, ou 933 pacientes, morreram em consequência da doença.

O Programa de Atenção ao AVC, desenvolvido nas vertentes epidemiológica, assistencial e educativa, iniciou as ações de vigilância epidemiológica em 2006, com o georreferenciamento de todas as mortes por AVC em Fortaleza. O estudo envolveu 19 hospitais da capital cearense, identificados por concentrar mais de 90% das mortes por AVC, onde uma equipe de seis pesquisadores realizaram a busca ativa de novos casos.

Uma nova pesquisa está sendo iniciada e terá dois anos de duração,abrangendo 31 hospitais de Fortaleza e as clínicas radiológicas da capital, além de incluir os casos de AVC identificados em pacientes de outras cidades do Estado. A segunda etapa do estudo epidemiológico do AVC tem convênio com a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, de São Paulo, e financiamento de R$ 1,7 milhão do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde.

Entre 2009 e 2012, de acordo com o estudo, houve aumento do acesso a exames especializados. As internações por AVC após realização de tomografia aumentou de 90,5% para 98,1% nesse triênio na capital. Os pacientes tem acesso ao tratamento trombolítico e procedimentos como a tomografia multi-slice, que realiza o exame em apenas 5 segundos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
AVC    Ceará    Fortaleza    mortalidade    Programa de Atenção Integral e Integrada ao AVC    vigilância epidemiológica   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.