Saúde Pública
publicado em 21/02/2013 às 12h21:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O município fluminense de Rio das Ostras, na Região dos Lagos, diagnosticou desde o início do ano 1.626 casos suspeitos de dengue, sem registros de mortes. Com cerca de 116 mil habitantes, o município ultrapassou os mais de 300 casos suspeitos para 100 mil habitantes, que configuram epidemia da doença, segundo critérios do Ministério da Saúde. Destes registros, 89 são casos de dengue clássica (não hemorrágica), 78 foram descartados e 1.459 foram enviados para análise sanguínea. Os dados foram divulgados hoje (20) pela prefeitura do município.

Para combater os focos da doença, agentes da Vigilância de Saúde farão, a partir de amanhã (21) até sábado (24), mutirões para inspecionar terrenos baldios e residências em alguns bairros da cidade. Segundo a prefeitura, o carro fumacê (inseticida que elimina o mosquito) circula diariamente pelas ruas do município. Até o momento, foram inspecionados cerca de 120 mil imóveis e eliminados aproximadamente 40 mil criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.

O município de Duque de Caxias (855 mil habitantes), na Baixada Fluminense, também tem registrado muitos casos de dengue, depois que fortes chuvas que atingiram a região no início do ano. Segundo a prefeitura, de janeiro até a última segunda-feira (18) foram notificados 353 casos da doença, sendo 47 no distrito de Xerém, com 100 mil moradores.

O município tem 700 guardas de endemia que diariamente visitam as casas para aplicar larvicidas e tirar dúvidas da população. A Secretaria de Saúde vai fazer um mutirão de combate à doença na próxima sexta-feira (22) no bairro Jardim Primavera. A população pode fazer denúncias e solicitar vistorias, por meio do Disque Dengue, no telefone 0800 2827 788.

Do dia 1º de janeiro até 16 de fevereiro, o estado do Rio registrou 15.855 casos suspeitos de dengue. No mesmo período do ano passado, foram anotados 16.620 casos, com uma morte, de acordo com os números divulgados hoje pela Secretaria Estadual de Saúde.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
   Palavras-chave:   Rio das Ostras    Epidemia de dengue    Rio de Janeiro    Dengue clássica    Fumacê    Aedes aegypti    Criadouros   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Rio das Ostras    epidemia de dengue    Rio de Janeiro    dengue clássica    fumacê    Aedes aegypti    criadouros   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.