Saúde Pública
publicado em 20/02/2013 às 09h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: WJTL
Brinquedos infantis podem ter compostos que são danosos à saúde
  « Anterior
Próxima »  
Brinquedos infantis podem ter compostos que são danosos à saúde

Componentes químicos artificiais presentes em produtos usados no dia a dia podem ter impacto significativo no sistema hormonal e implicações importantes para a saúde humana. É o que alerta relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) feito em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A exposição constante a esses químicos, que incluem aditivos usados em embalagens, bens de consumo (eletrônicos, móveis e produtos de limpeza), itens farmacêuticos e de cuidados pessoais (xampus, cremes e sabonete), favorece o desenvolvimento de doenças, problemas de fertilidade e males congênitos.

Segundo o relatório, o número de produtos EDCs, disruptores endócrinos, aumentou dramaticamente entre 2000 e 2012, e muitos não são testados sobre seus efeitos na saúde do homem e na vida selvagem.

A saúde humana depende de um sistema endócrino em bom funcionamento para regular a liberação de certos hormônios que são essenciais para funções como crescimento, metabolismo e desenvolvimento, sono e humor. Algumas substâncias conhecidas como disruptores endócrinos podem alterar a função deste sistema hormonal e aumentar o risco de efeitos adversos à saúde.

O estudo da ONU, que representa o relatório mais abrangente sobre esses químicos até à data, destaca algumas associações entre a exposição aos desreguladores endócrinos e problemas de saúde, incluindo o potencial de tais produtos químicos para contribuir para o desenvolvimento de testículos não descendentes em jovens do sexo masculino, câncer de mama, câncer de próstata, efeitos sobre o desenvolvimento do sistema nervoso em crianças, déficit de atenção / hiperatividade em crianças e câncer de tireoide.

A exposição humana a esses produtos tóxicos pode ocorrer em um número de maneiras. Esses EDCs podem entrar no ambiente, principalmente através de descargas industriais e urbanas, escoamento agrícola e da queima e liberação de resíduos. A exposição humana pode ocorrer através da ingestão, poeira, comida e água, inalação de gases e partículas no ar, e contato com a pele.

"Os produtos químicos são cada vez mais parte da vida moderna e apoiam muitas economias nacionais, mas a gestão de produtos químicos insalubres desafia o alcance das metas fundamentais para o desenvolvimento, e desenvolvimento sustentável para todos", afirma o Diretor Executivo da United Nations Environment Programme (UNEP), Achim Steiner.

Segundo os pesquisadores, investir em novos métodos de ensaio e pesquisa pode melhorar a compreensão dos custos da exposição aos desreguladores endócrinos, e ajudar a reduzir os riscos, maximizar os benefícios, destacando opções mais inteligentes e alternativas que refletem uma transição para uma economia verde.

"Precisamos urgentemente de mais pesquisas para obter uma imagem mais completa dos impactos sobre a saúde e o meio ambiente de disruptores endócrinos. Dados recentes mostram que as comunidades em todo o mundo estão sendo expostos aos desreguladores endócrinos e seus riscos associados. OMS irá trabalhar com parceiros para estabelecer prioridades de pesquisa para investigar as ligações dos desreguladores endócrinos e os impactos sobre a saúde humana, a fim de mitigar os riscos. Nós todos temos a responsabilidade de proteger as futuras gerações", destaca a diretora da OMS para Saúde Pública e Meio Ambiente, Maria Neira.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Produtos químicos    disruptores endócrinos    sistema hormonal    Organização das Nações Unidas    ONU    Maria Neira   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.