Geral
publicado em 31/01/2013 às 09h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Monkey Business/Foto Stock
Presença do gene FBH1 é crucial para que algumas drogas quimioterápicas se tornem ativas no organismo e matem as células cancerosas
  « Anterior
Próxima »  
Presença do gene FBH1 é crucial para que algumas drogas quimioterápicas se tornem ativas no organismo e matem as células cancerosas

Pesquisadores da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, descobriram que o gene FBH1 pode ajudar a aumentar o efeito da quimioterapia no organismo .

A quimioterapia é um dos tratamentos mais comuns para pacientes com câncer, no entanto, muitos pacientes sofrem de efeitos secundários graves, e uma grande proporção não responde ao tratamento.

Os resultados foram publicados na revista Nature Communications.

"Os nossos resultados mostram que o gene FBH1 é crucial para que alguns agentes quimioterápicos se tornem ativos no organismo e matem as células cancerosas. Se pudermos encontrar um método viável para aumentar a atividade do gene, podemos usar nossas próprias células para melhorar o tratamento do câncer", afirma o líder da pesquisa Claus Sørensen.

Os investigadores utilizaram um método chamado interferência de RNA para estudar se alguns dos genes no nosso DNA são importantes para as células cancerosas reagirem a certos agentes quimioterápicos.

"Ao usar o método para remover genes isolados a partir de células cancerosas e, em seguida, expondo as células à quimioterapia, descobrimos que FBH1 é importante para o efeito da quimioterapia. Na verdade, a presença do gene era uma exigência absoluta a fim de matar eficazmente as células cancerosas, com o tipo de agentes quimioterápicos que estudamos", explica o pesquisador Kasper Fugger.

A quimioterapia consiste em expor as células cancerosas a um tipo de estresse extremo, quando se dividem. O resultado são danos prejudiciais do DNA das células que não podem ser reparados, fazendo com que as células morram.

Os novos resultados mostram que é, de facto, FBH1 que contribui para a formação de danos no DNA durante o tratamento com quimioterapia e este conhecimento pode ser utilizado para otimizar a terapia do câncer.

Na última década, tornou-se evidente que o tratamento individual de doentes com câncer é essencial para uma terapia eficaz com menos efeitos secundários possíveis. Ao avaliar a presença de FBH1 em um tumor os médicos podem prever se o paciente irá se beneficiar de quimioterapia.

"Nossos resultados podem ajudar a indicar que os pacientes com baixo ou nenhum FBH1 nas células cancerosas não irão se beneficiar de determinados tipos de quimioterapia, mas devem receber outro tipo de tratamento. Então, usar a impressão digital genética de um tumor pode ajustar o tratamento para pacientes individuais", afirma Sørensen.

O próximo passo para a equipe de pesquisa é investigar a presença de alterações, as chamadas mutações em FBH1. A identificação de mutações que tornam as células cancerosas resistentes a certos agentes quimioterápicos pode ser útil para atingir o melhor tratamento para pacientes individuais.

Outra meta para os pesquisadores é encontrar uma maneira de transformar a atividade de FBH1 em células cancerosas. "A esperança é encontrar um método para aumentar a atividade do gene FBH1 em células de câncer uma vez que isto irá torná-las mais sensível à quimioterapia. Alternativamente, pode-se encontrar uma maneira para simular um efeito semelhante ao de FBH1, que pode ser usada como um tratamento adicional, a fim de sensibilizar as células cancerosas à quimioterapia. Se conseguirmos isso, mais pacientes se beneficiarão do tratamento", conclui Fugger.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Quimioterapia    Gene FBH1    Quimioterápicos    Universidade de Copenhague    Claus Sørensen   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Quimioterapia    gene FBH1    quimioterápicos    Universidade de Copenhague    Claus Sørensen   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.