Saúde Pública
publicado em 23/01/2013 às 18h27:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Com o objetivo de verificar a abrangência do teste Papanicolaou, considerado o mais efetivo para a detecção do câncer de colo de útero, e a adequação de sua periodicidade, pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, consultaram quase 4 mil mulheres moradoras de 41 municípios das regiões Sul e Nordeste. Os resultados, publicados na última edição da revista Cadernos de Saúde Pública da Fiocruz, apontaram que uma cobertura de 75,3% e uma adequação de 70,7%.

"É necessário ampliar e fortalecer as ações preventivas ofertadas pelos serviços de saúde, especialmente para subgrupos de mulheres mais vulneráveis; potencializar as situações que demandam utilização dos serviços de saúde, assim como realizar outros estudos com diferentes delineamentos que contribuam para compreender como estão sendo seguidas as recomendações com base no exame" , explicam os pesquisadores.

Para o estudo, foram selecionadas mulheres que tiveram filho nos últimos dois anos que antecederam a pesquisa, já que teriam maior probabilidade de ter fazer o exame dentro do período recomendado. " No entanto, os resultados encontrados não atingiram os níveis de efetividade preconizados pela OMS, evidenciando que em boa medida a chance de fazer o rastreamento durante o pré-natal não está sendo aproveitada" , apontam os estudiosos.

Mulheres com mais de 25 anos, com maior escolaridade, que realizaram o pré-natal na última gestação e que fizeram consulta ginecológica no último ano mostraram uma maior adequação da periodicidade para a realização do exame de colo de útero.

Quando questionadas se conheciam o exame, 91,1% das entrevistadas responderam afirmativamente, mas 17,3%, nunca o havia realizado. Com relação ao conhecimento sobre a periodicidade de realização recomendada, para 55,7% o exame deveria ser feito mais de uma vez por ano; 43,1% acreditavam que deveria ser anual. Apenas 0,2% afirmaram que deveria ser de três em três anos, que é o recomendado.

Com informações da Agência Fiocruz

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Câncer de colo de útero    Ginecologia    Papanicolaou    Pré-natal    Cobertura    OMS    Rastreamento   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
câncer de colo de útero    ginecologia    Papanicolaou    pré-natal    cobertura    OMS    rastreamento   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.