Profissão Saúde
publicado em 19/01/2013 às 08h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Alfredo Fernandes
Objetivo das parcerias é ampliar a capacitação de profissionais para o diagnóstico da hanseníase por meio do recurso das teleconferências.
  « Anterior
Próxima »  
Objetivo das parcerias é ampliar a capacitação de profissionais para o diagnóstico da hanseníase por meio do recurso das teleconferências.

O diagnóstico e controle da hanseníase, no interior do Amazonas, vão ganhar o reforço da telemedicina. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o objetivo das parcerias é ampliar a capacitação de profissionais para o diagnóstico da hanseníase, por meio do recurso das teleconferências. A iniciativa ainda ajudará no monitoramento dos casos da doença, com o apoio de uma segunda opinião a distância, alternativa propiciada pela telemedicina.

O Amazonas já esteve em 1º lugar no ranking nacional da hanseníase. Atualmente, ocupa a 17ª posição. Entre 2003 e 2012, a detecção de casos novos da doença no estado registrou queda de 76%. "É muito importante continuarmos avançando no controle da hanseníase e a qualificação do diagnóstico, sobretudo no interior do estado, onde o acesso da população aos serviços de saúde tem muitas especificidades, é fundamental para o alcance desse objetivo" , diz Luiz Cláudio Dias.

O diretor técnico da Fuam explica que o projeto da teledermatologia prevê, além do envolvimento do governo do estado e das prefeituras, a participação dos organismos de controle social, como é o caso dos conselhos municipais e do movimento de reintegração dos hansenianos (Morhan). " Este é um componente muito importante do projeto, que prevê o que classificamos de ' empoderamento' dos representantes do controle social, a fim de que eles contribuam com o acompanhamento das ações de controle da hanseníase" , afirmou Dias.

Em 2012, foram detectados 606 casos novos de hanseníase, no Amazonas, dentre os quais 400 (66%) no interior e 206 (34%) na capital. Em 2011, foram notificados pela Fundação Alfredo da Matta, 329 casos de hanseníase, destes 256 (77,5%) foram casos novos. Estes equivalem a 43,7% dos casos notificados no Estado. Luiz Claudio destaca que o aumento no número de casos novos registrados, em 2012, deve-se à melhoria das ações notificação e monitoramento.

A doença

A hanseníase é uma doença que atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. A doença é transmitida por meio das vias respiratórias tosse e espirro, de uma pessoa doente que ainda não recebeu tratamento medicamentoso. A detecção da doença se dá via exame de pele. Os sinais da doença são: manchas no corpo, caroços, dor e sensação de choque e fisgadas ao longo dos nervos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Telemedicina    Teleconferência    Hanseníase    Amazonas    Wilson Alecrim   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
telemedicina    teleconferência    hanseníase    Amazonas    Wilson Alecrim   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.