Saúde Pública
publicado em 18/01/2013 às 17h33:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Arnold Felfer
Na Síria, mais de 30% dos hospitais não estão funcionando por causa da conflito
  « Anterior
Próxima »  
Na Síria, mais de 30% dos hospitais não estão funcionando por causa da conflito

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu criar uma equipe de apoio de emergência para lidar com o agravamento contínuo da situação na Síria.

O porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, afirmou, nesta sexta-feira (18), que a equipe, que terá como base Amã, na Jordânia, vai prestar assistência não só à Síria, mas também aos países vizinhos que estão abrigando os refugiados, como a própria Jordânia, o Líbano, o Egito e a Turquia.

O porta-voz disse ainda que o grupo ajudará nos setores de coordenação, informação, assistência técnica e de serviços básicos.

Segundo o Ministério da Saúde sírio, dos 88 hospitais do país, mais de um terço está fora de serviço e 48 foram danificados pelo conflito no país. Cerca de 10% dos postos de saúde também sofreram danos e operam parcialmente.

A Síria realizou uma campanha nacional de vacinação entre 26 de novembro e 20 de dezembro do ano passado. O governo do país informou que, durante esse período, 1,3 milhão de crianças, menores de cinco anos, foram vacinadas contra o sarampo e 1,5 milhão inoculadas contra a pólio.

Uma missão conjunta da OMS e da ONU está avaliando a situação do setor de saúde na cidade de Homs. Atualmente, seis dos 13 hospitais da cidade não estão funcionando.

Com o retorno de 2,5 mil famílias a Bab Amer, a agência da ONU mobilizou uma das ONGs parceiras para prestar assistência ao grupo usando uma clínica móvel.

Em Daara, a situação é parecida. Dos nove hospitais públicos da cidade, seis funcionam precariamente.

Fundos

Do pedido de US$ 519 milhões, aproximadamente R$ 1 bilhão, para cobrir as operações, apenas 16% desse valor será destinado ao setor de saúde.

A OMS calcula que só no primeiro semestre de 2013 serão necessários o equivalente a R$ 88 milhões para responder às necessidades de saúde na região.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Conflitos na Síria    OMS    Organização Mundial da Saúde    Emergência    Refugiados    Tarik Jasarevic   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Conflitos na Síria    OMS    Organização Mundial da Saúde    emergência    refugiados    Tarik Jasarevic   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.