Geral
publicado em 08/01/2013 às 07h58:00
   Dê o seu voto:

Medicamento que controla pressão arterial protege cérebro contra demência

Pessoas que fazem uso de betabloqueadores têm encolhimento significativamente menor nos seus cérebros

 
tamanho da letra
A-
A+

Pessoas que usam medicamentos betabloqueadores para reduzir a pressão arterial são menos propensas a sofrer mudanças no cérebro que podem ser sinais da doença de Alzheimer e outros tipos de demência, de acordo com um estudo de pesquisadores do Pacific Health Research and Education Institute in Honolulu, no Havaí.

O trabalho envolveu 774 homens idosos que participaram no Estudo de Envelhecimento Honolulu-Asia. Autópsias foram realizadas nesses homens após sua morte. Dos 774 homens, 610 tiveram pressão arterial elevada ou estavam sendo tratados com medicamentos para hipertensão.

Entre os que tinham sido tratados (cerca de 350), 15% receberam apenas um medicamento betabloqueador, 18% receberam um betabloqueador mais um ou outros medicamentos, e o resto dos participantes recebeu outros medicamentos de pressão arterial.

O estudo constatou que todos os tipos de tratamentos de pressão arterial foram claramente melhores do que nenhum tratamento. No entanto, os homens que receberam betabloqueadores como única medicação tiveram menos alterações nos cérebros em comparação com aqueles que não haviam sido tratados para hipertensão, ou que tinham recebido outros medicamentos para pressão arterial.

Os cérebros dos participantes que receberam betabloqueadores mais outros medicamentos mostraram redução no número médio de anormalidades cerebrais.

Estes incluíram dois tipos distintos de lesão cerebral: aqueles indicando a doença de Alzheimer e lesões chamadas microinfartos, geralmente atribuídas a pequenos derrames múltiplos e não reconhecidos.

Os participantes no estudo que tinham tomado betabloqueadores sozinhos ou em combinação com outra medicação para a pressão arterial tinha encolhimento significativamente menor nos seus cérebros.

"Como o número de pessoas com doença de Alzheimer deverá crescer significativamente com o envelhecimento da nossa população, é cada vez mais importante identificar fatores que poderiam atrasar ou prevenir a doença. Estes resultados são excitantes, especialmente já que os betabloqueadores são um tratamento comum para a pressão arterial elevada", ", afirma o autor do estudo Lon White.

Pesquisas anteriores já haviam mostrado que a pressão alta na meia-idade é um forte fator de risco para a demência.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Medicamento que controla pressão arterial protege cérebro contra demência
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Medicamento que controla pressão arterial protege cérebro contra demência


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Betabloqueadores    demência    pressão arterial    Pacific Health Research and Education Institute in Honolulu    Lon White   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.