Saúde Pública
publicado em 07/01/2013 às 22h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O aparecimento de uma de uma bactéria na UTI neonatal do Hospital Dório Silva, no Espírito Santo, ainda é motivo de preocupação para o Sindicato dos Médicos no estado, que não descarta riscos à vida de pacientes. A entidade quer apuração mais rigorosa da vigilância sanitária e critica descaso das autoridades. Depois de denunciado na última quarta-feira (02), pelos próprios médicos do hospital, a conduta do caso causou estranheza aos representantes dos profissionais da saúde.

No dia 28 de dezembro, em comunicado oficial, o serviço de controle de infecção hospitalar do Dório Silva confirmou o surto da bactéria Serratia Marcenenses na UTI neonatal. O diretor clínico do hospital determinou o fechamento da maternidade, mas após uma semana, no dia 2 de janeiro, o isolamento foi suspenso com alegação de que não haveria um surto da bactéria e que as medidas de prevenção haviam sido tomadas.

Para Otto Baptista, Presidente do Simes, a situação não recebeu a devida atenção. " Nós queremos manter aquela maternidade e UTIN fechada, até que a gente tenha um laudo oficial da vigilância sanitária estadual com rigor, com avaliação da mesma forma que foi feito nos hospitais particulares. Queremos também que o Ministério Público participe dessa investigação, para saber se existe ou não omissão ou até mesmo ver lá uma situação que coloque em risco a vida daquelas crianças e da população capixaba e também os profissionais médicos" , afirma.

A diretoria do hospital nega surto e afirma que situação está sob controle, apesar da confirmação de duas crianças infectadas pela bactéria. Segundo o diretor-geral do Hospital Dório Silva, Eumann Rebouças, a denúncia do sindicato é falsa. "Essa informação dada pelo sindicato não procede, não existe surto de bactéria. Já foi feita a investigação e existem duas crianças com essa bactéria na UTIN. Essas crianças já foram medicadas e estão clinicamente estáveis. Nós realizamos exames em todas as crianças que estavam internadas e deu negativo para essa bactéria", garante o diretor.

Com informações da Fenam

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Uti neonatal    Bactéria    Espírito santo    Infecção hospitalar    Simes    Vigilância sanitária    Surto    Serratia Marcenenses   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
uti neonatal    bactéria    espírito santo    infecção hospitalar    simes    vigilância sanitária    surto    Serratia Marcenenses   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.