Geral
publicado em 07/01/2013 às 10h08:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Anna Subbotina/Foto Stock
Foto: Hebrew University Institute
Proteína pode ter implicações para a compreensão e tratamento de outras condições dos sistemas imune, reprodutivo, vascular e nervoso Dr. Tal Burstyn-Cohen, envolvida no estudo
  « Anterior
Próxima »  
Proteína pode ter implicações para a compreensão e tratamento de outras condições dos sistemas imune, reprodutivo, vascular e nervoso
Dr. Tal Burstyn-Cohen, envolvida no estudo

Pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém, em Israel, descobriram, pela primeira vez, uma proteína específica essencial para a manutenção da saúde ocular.

O estudo mostra que a proteína S também pode ter implicações para a compreensão e tratamento de outras condições dos sistemas imune, reprodutivo, vascular e nervoso, bem como em vários cânceres.

O trabalho, publicado na revista Neuron, destaca o papel da proteína S na manutenção de uma retina saudável através da sua participação no processo de poda dos fotorreceptores, neurônios sensíveis à luz no olho. Estes fotorreceptores se mantêm crescendo e alongando a partir de sua extremidade interior. De modo a manter um comprimento constante, eles têm de ser removidos de sua extremidade exterior por células especializadas chamadas células epiteliais pigmentares da retina.

Sem essa 'poda', os fotorreceptores iriam sucumbir à toxicidade e degeneração, levando à cegueira. Uma molécula receptora chamada Mer é uma chave na poda dos fotorreceptores, e é, portanto, vital para a saúde da retina. Mutações nos genes Mer de ratos e humanos provocam degeneração da retina, causando perda de visão.

O novo estudo incide sobre as moléculas que ativam Mer neste mecanismo de poda. Embora duas moléculas - Gas6 e Proteína S - tenham sido identificadas anteriormente, ainda não tinha sido mostrado que elas também desempenham papel em um organismo vivo.

Para mostrar isso, o pesquisador Tal Burstyn-Cohen e seus colegas descobriram em seus experimentos com animais de laboratório que tanto Gas6 quanto a Proteína S são necessárias para ativar a poda dos fotorreceptores da retina, e, portanto, manter uma retina saudável.

Essas descobertas podem ter implicações práticas, uma vez que a proteína S também funciona como um anticoagulante potente do sangue.

Estes resultados abrem novas vias de investigação sobre o papel da proteína S na ativação dos receptores de outros tecidos em que sua função é importante, tal como nos sistemas imunitários, reprodutivo, vascular e nervoso, bem como em vários cânceres onde a ativação de receptores tem sido observada.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Saúde ocular    saúde dos olhos    proteína S    retina    anticoagulante    Universidade Hebraica de Jerusalém    Tal Burstyn-Cohen   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.