Saúde Pública
publicado em 04/01/2013 às 14h52:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: SECOM/RJ
Foto: SECOM/RJ
Atendimento no Hospital de Campanha montado no estacionamento do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, no bairro Fonseca, em Niterói Setor de acolhimento do Hospital de Campanha. Unidade será responsável por realizar o atendimento de urgência e emergência infantil na região
  « Anterior
Próxima »  
Atendimento no Hospital de Campanha montado no estacionamento do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, no bairro Fonseca, em Niterói
Setor de acolhimento do Hospital de Campanha. Unidade será responsável por realizar o atendimento de urgência e emergência infantil na região

O primeiro dia de atendimento do Hospital de Campanha ontem(3), montado no estacionamento do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, o Getulinho, no bairro Fonseca, em Niterói, registrou 110 crianças, sendo que cinco precisaram ficar em observação nos leitos de enfermaria. A unidade será responsável por realizar o atendimento de urgência e emergência infantil na região até a reabertura do Getulinho, que passa por reformas de acordo com determinações da Vigilância Sanitária.

A Superintendência de Vigilância Sanitária, da Secretaria de Estado de Saúde, emitiu relatório no final de 2012 considerando insatisfatória a situação dos setores de emergência e UTI do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, sugerindo a suspensão de atividades da UTI pediátrica, tendo em vista as não conformidades em relação às legislações sanitárias. Já a Subsecretaria de Atenção à Saúde considerou que a situação atual do município de Niterói extrapola a capacidade de resposta da direção local do SUS. Diante deste cenário, foi decretado estado de emergência em saúde pública pela Prefeitura, levando à convocação da Força Estadual de Saúde.

O Hospital de Campanha tem capacidade para atender cerca de 300 pacientes por dia de baixa e média complexidade. Esse era o mesmo número de crianças assistidas diariamente pela emergência do Getulinho há dois anos. " O esperado para a primeira semana é atingir metade disso. Mas acreditamos que a demanda vai aumentar gradativamente ," prevê Manuel Moreira, coordenador Geral da Força Estadual de Saúde e diretor do Hospital de Campanha.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hospital de campanha    niterói    getulinho    vigilância sanitária    energência em saúde pública    emergência infantil    UTI pediátrica   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.