Geral
publicado em 24/12/2012 às 13h30:00
   Dê o seu voto:

Paciente Fernando Joaquim David, 30 anos, foi submetido ao procedimento para fechamento de ferida na perna

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: SES/TO
Cirurgia de enxerto de pele foi realizada no Hospital Regional Público de Paraíso do Tocantins
  « Anterior
Próxima »  
Cirurgia de enxerto de pele foi realizada no Hospital Regional Público de Paraíso do Tocantins

Após avaliação médica e cirúrgica, o Hospital Regional Público de Paraíso do Tocantins (HRPP) realizou, pela primeira vez, cirurgia de enxerto de pele pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no dia 19 de novembro. O paciente Fernando Joaquim David, 30 anos, foi submetido ao procedimento para fechamento de ferida na perna.

Segundo o cirurgião plástico Gustavo Salviano, foram realizados procedimentos básicos da cirurgia plástica que têm entre as suas finalidades cobrir feridas ou falhas na pele. " O retalho consiste na transferência de um segmento de pele de um local para outro, se mantendo o pedículo vascular (vasos sanguíneos), enquanto no enxerto de pele a transferência é realizada sem o pedículo vascular, utilizando-se curativos especiais para que a pele receba a vascularização do leito receptor (ferida). No caso deste paciente, como o ferimento era bem extenso, houve a necessidade do avanço de um retalho, além da enxertia de pele" , explicou Salviano.

No caso deste paciente, " os benefícios são enormes, considerando-se que tratava - se de uma extensa ferida aberta, sem perspectiva se melhora apenas com curativos. Sem falar na possibilidade de infecções secundárias no ferimento e limitações de atividades diárias do paciente, caso não fosse submetido ao procedimento" , disse o médico.

"E a previsão de recuperação é relativamente rápida, pois em 1 (uma) semana saberemos se a pele transplantada de uma região do paciente a ferida obteve pega, ou seja, se houve a aderência da pele à ferida e o enxerto encontra-se viável. Em seguida, alguns cuidados adicionais devem ser tomados durante o período inicial de adaptação da pele ao seu novo leito", finalizou o médico.

Após essa primeira cirurgia, o HRPP estará realizando outras reparatórias, tais como: o tratamento de pacientes com câncer de pele. Está em estudo a possibilidade da realização de cirurgias em pacientes portadores de gigantomastias (mamas gigantes) e reconstrução de mamas em pacientes que tiveram câncer de mama.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
enxerto de pele    cirurgia    Tocantins    Hospital Regional Público de Paraíso do Tocantins    HRPP    Fernando Joaquim David    SUS    Sistema Único de Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.