Geral
publicado em 22/12/2012 às 09h36:00
   Dê o seu voto:

Malária e sarampo alastram-se em crianças e situação é crítica no Congo

Médicos Sem Fronteiras concentram esforços na corrida contra o tempo para evitar mortalidade que está afetando crianças

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Tim McKulka
Cidadãos na província de Orientale, República Democrática do Congo. Desde outubro a MSF vacinou mais de 226 mil em diversas áreas afetadas pelo sarampo
  « Anterior
Próxima »  
Cidadãos na província de Orientale, República Democrática do Congo. Desde outubro a MSF vacinou mais de 226 mil em diversas áreas afetadas pelo sarampo

O coordenador emergência do Médico Sem Fronteiras,(MSF), Narcisse Wega, alertou que a epidemia de sarampo que está se alastrando na província de Orientale, República Democrática do Congo, ocorre após um acentuado caso de malária entre as crianças, que também foi potencialmente mortal. O MSF continua realizando vacinação, mas devido à extensão da epidemia, a organização médico-humanitária iniciou uma corrida contra o tempo para oferecer cuidados médicos gratuitos e reduzir a mortalidade. Cerca de 13 mil pessoas foram tratadas e mais de 226 mil vacinadas desde outubro em diversas áreas afetadas pela doença.

A doença está se espalhando rapidamente pela província e afeta principalmente crianças menores de cinco anos. " Estamos enfrentando uma série contínua de epidemias que tem sobrecarregado o sistema de saúde. As autoridades de saúde estão lidando com falta de pessoal e frequentes rupturas de estoque de medicamentos, e não conseguem responder a essa epidemia sozinhas" , adverte ,advertiu Narcisse Wega.

Com cerca de 20 "áreas de saúde" afetadas pelo sarampo na província de Orientale, o MSF enfrenta enormes desafios - inicialmente logísticos - para atingir as comunidades mais isoladas e tornar o tratamento acessível o mais rápido possível. " Estamos mobilizando todos os recursos disponíveis para expandir nossas atividades nas áreas afetadas, mas tanto a província quanto as necessidades são enormes e é possível que em pouco tempo o limite da nossa capacidade seja atingido" , diz Dr. Wega. " Não podemos enfrentar essa epidemia de grande escala sozinhos."

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Congo    Epidemia    Malária    Sarampo    Mortalidade    Crianças    Médico sem fronteiras   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Malária e sarampo alastram-se em crianças e situação é crítica no Congo
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Malária e sarampo alastram-se em crianças e situação é crítica no Congo


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
congo    epidemia    malária    sarampo    mortalidade    crianças    médico sem fronteiras   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.