Saúde Pública
publicado em 19/12/2012 às 07h57:00
   Dê o seu voto:

Equipe desenvolve vacina mais eficiente contra leishmaniose

Vacina, testada em hamsters, pode ser produzida a baixo custo utilizando as larvas dos insetos transmissores

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: CDC
Mosquito da espécie Phlebotominae subfamily transmissor da leishmaniose
  « Anterior
Próxima »  
Mosquito da espécie Phlebotominae subfamily transmissor da leishmaniose

Cientistas da Universidade Autônoma de Barcelona, na Espanha, desenvolveram uma nova vacina mais eficiente e mais barata contra a leishmaniose humana.

A vacina, testada em hamsters, pode ser produzida a baixo custo utilizando as larvas dos insetos transmissores.

A pesquisa representa um passo importante para a luta contra a doença que causa a morte de 70 mil pessoas a cada ano nos países em desenvolvimento e de cães, que também sofrem da doença e são reservatórios naturais do patógeno.

Os resultados foram apresentados na revista PloS ONE.

A leishmaniose é um dos principais problemas de saúde atuais em escala mundial. Em seres humanos é causada pelo protozoário parasita Leishmania infantum. A doença é transmitida por insetos Phlebotominae subfamily (flebótomos) que são muito semelhantes aos mosquitos.

Alguns 1,5 a 2 milhões de novos casos surgem a cada ano e, adicionalmente, 350 milhões de pessoas estão em risco de contrair a doença. A leishmaniose é considerada uma doença endêmica em partes da Ásia, África, sul da Europa, México, América Central e América do Sul, e é a segunda doença tropical parasitária mais mortal, depois da malária.

As manifestações clínicas aparecer na forma de feridas cutâneas menores a complicações nos órgãos e, no pior dos casos, a morte.

Os tratamentos atuais não são satisfatórios e, embora a via mais razoável para combater a doença seja a obtenção de uma vacina eficaz, as vacinas convencionais até agora falharam.

A equipe comparou os resultados se aplicar estratégias vacinais diferentes no melhor modelo animal para o estudo da variante humana da doença: o hamster dourado.

Os resultados mostram que a estratégia mais eficaz é uma combinação de duas vacinas criadas pelos investigadores: três doses de DNA de genes de L. infantum e duas doses de proteínas codificadas por estes genes.

A vacina de proteína pode ser obtida a um baixo custo, graças à utilização de larvas de insetos. Para criar a vacina os cientistas isolaram os genes do protozoário, os inseriram em um vírus que afeta insetos (baculovírus) e infectaram larvas de um pequeno verme, a larva do repolho (Trichoplusia ni).

As larvas agem como biorreatores e produzem em grandes quantidades as proteínas que codificam estes genes, e que são responsáveis por uma resposta protetora em indivíduos vacinados.

Usando este método, uma vacina de DNA pode ser fabricada com genes codificadores de proteínas do protozoário e uma segunda vacina com proteínas associadas a estes genes (produzida a um baixo custo), com o objetivo de aumentar sua eficácia.

Esta estratégia de vacina pode ser utilizada tanto em uma forma preventiva quanto terapêutica, em humanos e em cães.

A equipe agora planeja novos testes com o objetivo de transferir o mais rapidamente possível o resultado da pesquisa para a prática clínica.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Leishmaniose    Vacina    Vacina de proteína    Leishmania infantum    Universidade Autônoma de Barcelona      
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Equipe desenvolve vacina mais eficiente contra leishmaniose
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Equipe desenvolve vacina mais eficiente contra leishmaniose


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Leishmaniose    vacina    vacina de proteína    Leishmania infantum    Universidade Autônoma de Barcelona       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.