Geral
publicado em 19/12/2012 às 08h28:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Shutterstock
Ilustração mostra Linfócitos T atacando célula de câncer
  « Anterior
Próxima »  
Ilustração mostra Linfócitos T atacando célula de câncer

A disseminação de células cancerosas para várias partes do corpo pode ser atrasada por meio do bloqueio da proteína km23-1, de acordo com pesquisadores do Penn State College of Medicine, nos EUA.

A pesquisa mostra que Km23-1 é uma proteína do motor que transporta cargas no interior das células, mas que também está envolvida no movimento ou na migração celular. A migração é necessária para o câncer se espalhar, de modo que a compreensão deste movimento celular é importante para o desenvolvimento de melhores tratamentos anticâncer.

Kathleen Mulder e seus colegas analisaram as proteínas que se ligam e cooperaram com km23-1 durante o movimento celular, o que acabou por incluir fatores que podem controlar proteínas actina e RhoA.

"A migração celular é um aspecto importante do processo de migração de tumores. Mudanças nesse processo transformam as células tumorais de locais, não invasivas em células cancerígenas metastáticas", explica Mulder.

As células se movem através do corpo utilizando a proteína actina, que forma a armação estrutural da célula, chamada citoesqueleto. A actina cria uma protuberância na membrana celular através da formação de fibras na borda principal da célula, empurrando a célula para frente. Várias proteínas já identificadas regulam a reorganização do citoesqueleto e são mais ativas em diversos tipos de cânceres.

A expressão em excesso de km23-1 aumenta a formação de fibras pela actina, ao passo que quando km23-1 é reduzida, a atividade de RhoA diminui. RhoA é conhecido por ser um interruptor importante, ativando os processos na migração. "Ao saber que a atividade RhoA foi diminuída quando km23-1 foi reduzida, sugerimos que km23-1 é necessária para a regulação dessas opções e tem um papel importante no movimento celular", afirma Mulder.

Para testar a teoria em laboratório, km23-1 foi reduzido em uma amostra de células de câncer do cólon humano. Quando km23-1 foi diminuída, as células cancerosas migraram menos.

Mais pesquisas precisam ser feitas, mas km23-1 pode ser um alvo promissor para medicamentos anti-metástases e terapias que retardam a propagação do câncer. "Ao inibir km23-1, inibimos eventos que contribuem para que as células se espalhem para outras partes do corpo", conclui Mulder.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
migração de células cancerosas    metástase    proteína km23-1    Penn State College of Medicine    Kathleen Mulder   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.