Geral
publicado em 17/12/2012 às 08h04:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Monkey Business/Foto Stock
Pesquisa contradiz dados médicos que indicam que o uso de cocaína pelos pais aumenta as chances do uso da droga pelos filhos
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa contradiz dados médicos que indicam que o uso de cocaína pelos pais aumenta as chances do uso da droga pelos filhos

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, descobriram que filhos de ratos machos expostos à cocaína são mais resistentes aos efeitos de recompensa da droga, sugerindo que as mudanças na fisiologia induzidas pela droga são passadas de pai para filho.

Os resultados são publicados na revista Nature Neuroscience.

"Sabemos que os fatores genéticos contribuem significativamente para o risco de abuso de cocaína, mas o papel potencial de influências epigenéticas ainda é relativamente desconhecido. Este estudo é o primeiro a demonstrar que os efeitos químicos do uso de cocaína podem ser passados para gerações futuras e provocar resistência a comportamentos de dependência, indicando que a exposição paternal às toxinas tem efeitos profundos sobre a expressão do gene e comportamento nos filhos", afirma o autor sênior R. Christopher Pierce.

No estudo atual, a equipe usou um modelo animal para estudar os efeitos herdados do abuso de cocaína. Ratos machos receberam cocaína por 60 dias, enquanto os controles foram administrados com soro fisiológico.

Os ratos foram cruzados com fêmeas que nunca haviam sido expostos à droga. Para eliminar qualquer influência que o comportamento dos machos teria sobre as fêmeas grávidas, eles foram separados logo após acasalaram. Os filhotes foram monitorados para ver se eles iriam começar a buscar cocaína quando a droga fosse oferecida a eles.

Os filhotes machos nascidos destes pais apresentaram resistência significativa à dependência da droga, fato que não ocorreu com as fêmeas. Além disso, os animais do grupo controle estavam dispostos a trabalhar mais para conseguir uma dose da droga, sugerindo que o efeito de recompensa da cocaína diminuiu nos ratos machos analisados.

Ao analisar os cérebros dos filhotes, os cientistas descobriram um aumento da expressão de um gene, chamado BNDF, no córtex pré-frontal médio dos animais. A expressão deste gene no córtex é conhecida por neutralizar comportamento de vício.

Segundo os pesquisadores, o gene BNDF sofreu uma alteração química nos filhotes, o que fez com que ele adquirisse expressão maior no cérebro. A mesma alteração foi encontrada no esperma dos pais roedores, o que sugere que o fenômeno ocorreu em resposta ao uso da cocaína e foi transmitido para os filhos.

O trabalho contradiz dados médicos em humanos que indicam que o uso de cocaína pelos pais aumenta as chances do uso da droga pelos filhos.

Os resultados sugerem que o uso da cocaína causa alterações epigenéticas no esperma, assim, a informação reprogramada é transmitida entre as gerações. Os pesquisadores não sabem exatamente por que só a descendência masculina adquire resistência à cocaína, mas especulam que os hormônios sexuais como a testosterona, estrogênio e / ou progesterona podem desempenhar um papel.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Cocaína    resistência à dependência    efeito de recompensa    Universidade da Pensilvânia    R. Christopher Pierce   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.