Saúde Pública
publicado em 16/12/2012 às 08h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Gilead
O antirretroviral Truvada, usado para reduzir a infecção de HIV/Aids em pacientes de alto risco.
  « Anterior
Próxima »  
O antirretroviral Truvada, usado para reduzir a infecção de HIV/Aids em pacientes de alto risco.

A partir da próxima segunda-feira (17), o Centro de Referência da Mulher e a Policlínica Cosme e Silva (PCS), em Boa Vista (RR), passarão a fornecer antirretrovirais a pacientes vítimas de violência sexual e de acidente de trabalho. Nesta semana foi realizado um treinamento para atualizar os farmacêuticos da rede de saúde quanto ao fluxo e logística dos medicamentos nas unidades.

Segundo Neusa Nascimento, técnica do Núcleo de Controle DST/AIDS, a ampliação facilitará o acesso e agilizará o tempo dos atendimentos nas primeiras horas. Ela esclareceu que o tratamento e a dispensação dos antirretrovirais aos usuários em tratamento continua na unidade de referência.

A iniciativa do curso parte de um trabalho realizado pelo governo no estado para combater a violência. Uma das ações é a organização do serviço ao acolhimento dessas vítimas, bem como facilitar o acesso dos medicamentos retrovirais nas unidades que são portas de entradas.

Com a capacitação, o estado busca ampliar a distribuição de retrovirais à população.

Os medicamentos antirretrovirais são usados para o tratamento das pessoas convivendo com o HIV/Aids, como também para a profilaxia e transmissão vertical da doença, de mãe para filho.

Serviço de Assistência Especializada

Em Roraima, as pessoas com HIV/AIDS recebem atendimentos médicos por meio do Serviço de Assistência Especializada (SAE), que funciona no Hospital Coronel Mota (HCM), em horário integral. Os atendimentos são feitos por uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, enfermeiro, médico infectologista, clínico geral, farmacêutico e pediatra.

Os medicamentos antirretrovirais usado para o tratamento das pessoas convivendo com o HIV/Aids, e os medicamentos de combate e prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e infecções oportunistas (IO), são disponibilizados pela farmácia do próprio SAE, onde recebe atendimento farmacêutico no intuito de fortalecer as ações de adesão aos ARV, considerando que é uma doença crônica e que necessita de tratamento contínuo.

Havendo a necessidade de internação, os usuários do SAE quando jovens ou adultos recebem toda assistência que se fizer necessário no Hospital Geral de Roraima (HGR). E as crianças, no Hospital da Criança Santo Antônio.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Antirretroviral    Violência    Centro de Referência da Mulher    Policlínica Cosme e Silva    PCS    Roraima   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
antirretroviral    violência    Centro de Referência da Mulher    Policlínica Cosme e Silva    PCS    Roraima   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.