Geral
publicado em 15/12/2012 às 09h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: SES/PR
Reunião dos representantes de universidades públicas e da Secretaria da Saúde para operacionalizar o Telessaúde.
  « Anterior
Próxima »  
Reunião dos representantes de universidades públicas e da Secretaria da Saúde para operacionalizar o Telessaúde.

Representantes de universidades públicas e da Secretaria da Saúde se reuniram, nesta semana, em Curitiba (PR), para dar mais um passo para a implantação do Telessaúde. A ferramenta, que propicia consultoria técnica ou segunda opinião das universidades às equipes da atenção primária, deve estar disponível no início de 2013.

O Telessaúde também poderá ser utilizado pelos profissionais da Rede de Urgência e Emergência através de pontos instalados nas Unidades de Pronto Atendimento 24H e nas bases do Samu (Serviço Móvel de Urgência).

" A intenção é utilizar a expertise das universidades para qualificar a atenção primária" , destaca a superintendente de Atenção à Saúde, Márcia Cecília Huçulak. De acordo com o projeto, as universidades que firmarem parceria com a Secretaria da Saúde terão um telerregulador especialista em Saúde da Família ou em Saúde Pública que ficará encarregado de receber as demandas dos profissionais. A expectativa é que 90% das solicitações sejam atendidas pelo telerregulador e somente 10% sejam encaminhadas para os consultores de especialidades.

A Universidade Estadual de Maringá manifestou interesse em ser referência para diabetes e nefrologia.

Com o uso do Telessaúde será possível identificar quais são as principais dúvidas dos profissionais que atendem diretamente os pacientes e programar capacitações para toda a rede. " O infarto de miocárdio e o acidente vascular encefálico são as principais causas de morte no Paraná e com a ferramenta podemos orientar a conduta e sistematizar os procedimentos na hora em que surgem as demandas" , disse a superintendente.

Saúde Bucal

O Telessaúde também deverá ser utilizado na área de saúde bucal para a detecção precoce do câncer de boca. Os Centros de Especialidades Odontológicas poderão ter pontos de comunicação com as universidades para o envio de imagens e fotos das lesões. " Com o sistema implantado poderá servir de experiência para os acadêmicos e proporcionar a extensão universitária" , disse o coordenador de Saúde Bucal, Leo Kriger.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Telessaúde    Urgência    Emergência    Paraná    Curitiba   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
telessaúde    urgência    emergência    Paraná    Curitiba   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.