Geral
publicado em 12/12/2012 às 18h29:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/FJP
Pesquisadora do Centro de Estatística e Informações da FJP, Karina Rabelo, apresenta os resultados do estudo.
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadora do Centro de Estatística e Informações da FJP, Karina Rabelo, apresenta os resultados do estudo.

O Boletim PAD 2011 - Hábitos de vida saudável, lançada nesta quarta-feira (12), pelo Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro, revela um recorte inédito e importante das condições e hábitos de saúde da população mineira, que ajudará a subsidiar os órgãos estaduais para o planejamento de políticas de conscientização neste segmento.

Baseado nos resultados da segunda edição da Pesquisa por Amostra de Domicílios de Minas Gerais (PAD-MG), realizada em 2011, o estudo apurou, de forma inédita no país, as doenças crônicas que acometem a população mineira e analisou os comportamentos de risco, como consumo de bebidas alcoólicas e tabaco, que contribuem para a instalação e agravamento dessas condições recorrentes. Foram também investigados hábitos como a prática de atividades físicas, a realização de exames preventivos e a alimentação saudável.

Os estudos foram feitos de forma regional, a fim de que se possa apoiar a elaboração de políticas públicas com foco específico na necessidade de cada região do estado.

A pesquisa apurou que, em 2011, 68,3% da população mineira acima de 14 anos tinha o hábito de consumir regularmente frutas, verduras e legumes, enquanto 54,1% removiam a gordura visível da carne antes do consumo. Na contramão dos hábitos de vida saudáveis, somente 13,9% da população realizava atividades físicas de forma suficiente em seu tempo livre, 25% consumiam bebidas alcoólicas regularmente e 13,5% eram fumantes em Minas Gerais no ano passado.

Maioria está livre de doenças crônicas

Considerando a presença ou não de doenças crônicas, o estudo observou que a grande maioria da população de Minas Gerais acima de 14 anos (66,1%) estava livre das patologias investigadas.

" Assim como no Brasil, Minas Gerais vem passando por profundas transformações demográficas, epidemiológicas, econômicas e culturais. A proporção de idosos na população tem aumentado e, além disso, as pessoas mudaram muito seu estilo de vida. Cada vez mais as doenças crônicas aumentam sua participação na mortalidade e morbidade da população. Por isso, é muito importante conhecê-las" , explicou a pesquisadora do Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro, Mirela Camargos.

Entre as 5,3 milhões de pessoas que sofriam das doenças crônicas pesquisadas, a hipertensão arterial prevalecia, atingindo 19,7% dos mineiros, seguida de doenças da coluna (12,4%), doenças cardíacas (5,6%), depressão (5,5%), artrite ou reumatismo (5,2% ), bronquite ou asma (3,9%), insuficiência renal (2,2%) e, em menor escala, câncer (0,7%) e tuberculose (0,2%).

Como esperado, a prevalência dessas patologias varia de acordo com a faixa etária, atingindo com mais frequência pessoas em idades mais avançadas. No caso da hipertensão arterial, por exemplo, a prevalência foi de 58,3% entre a população idosa.

A ocorrência dessas doenças também apresenta variações em relação ao gênero. Com exceção da tuberculose, as patologias crônicas investigadas atingem mais a população feminina. As maiores diferenças entre homens e mulheres foram observadas para hipertensão arterial (16,4% contra 22,8%), depressão (3,0% contra 7,8%) e artrite ou reumatismo (3,3% contra 7,0%).

Veja o estudo completo aqui.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
doenças crônicas    hábitos de vida    PAD 2011    Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro    Pesquisa por Amostra de Domicílios de Minas Gerais    PAD-MG   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.