Geral
publicado em 08/12/2012 às 11h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Roberto Barroso/Ascom GDF
Governo do DF e governo federal firmam pacto de combate ao crack.
  « Anterior
Próxima »  
Governo do DF e governo federal firmam pacto de combate ao crack.

O governo do Distrito Federal vai receber cerca de R$ 42,2 milhões até 2014 para combater o crack. Ação foi formalizada nesta semana após a adesão do DF ao programa do governo federal Crack, é Possível Vencer.

O acordo busca aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.

O Distrito Federal é a 14ª unidade da Federação a formalizar adesão ao programa que segue três eixos: prevenção, cuidado (tratamento) e autoridade (enfrentamento ao tráfico de drogas). Esse conjunto de ações para o enfrentamento ao crack e outras drogas foi anunciado em 7 de dezembro de 2011 pela presidente Dilma Rousseff, em Brasília, e prevê R$ 4 bilhões em recursos federais até 2014.

O Ministério da Saúde investirá R$ 26,6 milhões, até 2014, para as ações de tratamento aos dependentes químicos no Distrito Federal. Com o investimento será possível criar quase 200 leitos para atendimento aos usuários de drogas, em especial o crack.

Serão criados quatro novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS-AD) para atendimento 24 horas. Uma unidade, que já está em funcionamento, também passará a atender casos de uso de álcool e drogas 24 horas. Os CAPSad oferecem tratamento continuado a pessoas e seus familiares com problemas relacionados ao uso abusivo e/ou dependência de álcool, crack e outras drogas.

Também serão criadas cinco Unidades de Acolhimento, com equipe profissional 24 horas para cuidados contínuos, sendo três para atendimento de adultos e duas para crianças e adolescentes. Essas unidades cuidam em regime residencial por até seis meses, e realizam a estabilização do paciente e o controle da abstinência.

Além disso, serão implantados três Consultórios na Rua, que contam com profissionais que fazem intervenções de saúde para população em situação de rua (crianças, adolescentes e adultos) em seu contexto, incluindo locais de uso público de drogas, as chamadas cracolândias (cenas de uso). Uma unidade já foi inaugurada e está em funcionamento

Setenta e nove leitos em enfermarias especializadas também serão abertos em hospitais gerais. Essas vagas são usadas para atendimentos e internações de curta duração durante crises de abstinência e em casos de intoxicações graves.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
crack    Distrito Federal    Ministério da Saúde    Crack    é Possível Vencer    Centros de Atenção Psicossocial    CAPS   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.