Geral
publicado em 04/12/2012 às 10h44:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Jeff Fitlow/Rice University
Imagem: Plasmonic Nanobubble Lab/Rice University
Foto: Jeff Fitlow/Rice University
Ekaterina Lukianova-Hleb, principal autora do estudo, ajusta equipamentos utilizados na pesquisa Após o pulso de laser as células manchadas de vermelho mostram evidência de danos massivos, enquanto as células coradas em azul permanecem intactas Ekaterina Lukianova-Hleb( a esq.), Martin Mutonga (centro) e Dmitri Lapotko
  « Anterior
Próxima »  
Ekaterina Lukianova-Hleb, principal autora do estudo, ajusta equipamentos utilizados na pesquisa
Após o pulso de laser as células manchadas de vermelho mostram evidência de danos massivos, enquanto as células coradas em azul permanecem intactas
Ekaterina Lukianova-Hleb( a esq.), Martin Mutonga (centro) e Dmitri Lapotko

Pesquisadores da Universidade Rice, nos EUA, desenvolveram nanobolhas capazes de matar algumas células doentes e tratar outras ao mesmo tempo.

O processo ativado por um impulso de luz laser deixa as células vizinhas saudáveis intactas. A abordagem pode substituir processos usados nos dias de hoje para tratar pacientes com câncer, entre outros, por um procedimento rápido, simples e multifuncional.

O estudo foi publicado na revista ACS Nano.

Nanobolhas plasmônicas, que são 10 mil vezes menores que um fio de cabelo humano, causam pequenas explosões. As bolhas se formam ao redor de nanopartículas de ouro que se aquecem quando excitadas por uma fonte externa de energia, neste caso, a luz laser, e vaporizam uma fina camada de líquido próximo da superfície da partícula.

A bolha rapidamente se expande e explode. O líder da pesquisa, Dmitri Lapotko e seus colegas já haviam mostrado que nanobolhas matam as células cancerosas, literalmente as explodindo sem causar danos às células vizinhas saudáveis, um processo que mostrou precisão e seletividade muito maiores em comparação com os processor atuais.

O novo projeto mostrou que um único pulso de laser cria grandes nanobolhas e ao redor de partículas de ouro ocas e que estas nanobolhas seletivamente destroem as células doentes.

O mesmo pulso de laser cria nanobolhas menores em torno de nanoesferas de ouro maciças que perfuram um poro pequeno e temporário na parede de uma célula e cria entrada para a injeção de medicamentos.

"A tecnologia de nanobolhas promete um método para fazer várias ações com uma mesma população de células simultaneamente. Por exemplo, se eu quiser colocar algo em uma célula-tronco para fazê-la se transformar em outro tipo de célula, e ao mesmo tempo, matar as células circundantes que têm o potencial de causar danos, essas nanobolhas têm o potencial para fazer isso", observa o pesquisador Malcolm Brenner.

A equipe planeja construir um protótipo da tecnologia para testes com células humanas no futuro próximo. "Nós gostaríamos que isso fosse uma plataforma universal para terapia celular e gênica e para o transplante de células-tronco", conclui Lapotko.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Nanobolhas    Câncer    Células doentes    Universidade Rice    Dmitri Lapotko   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Nanobolhas    câncer    células doentes    Universidade Rice    Dmitri Lapotko   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.