Geral
publicado em 04/12/2012 às 08h11:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Gennadiy Poznyakov/Stock Photo
Pesquisa pode ajudar a entender o motivo de alguns jovens serem mais propensos ao abuso de ácool
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa pode ajudar a entender o motivo de alguns jovens serem mais propensos ao abuso de ácool

Cientistas do King's College London, no Reino Unido, descobriram que um gene conhecido como RASGRF-2 desempenha um papel crucial no controle de como o álcool estimula o cérebro a liberar o neurotransmissor dopamina, provocando sensações de recompensa e levando ao consumo excessivo de bebida alcoólica.

O estudo desvendou os processos cerebrais envolvidos no abuso de álcool na adolescência e pode ajudar a explicar por que alguns jovens são mais propensos à bebedeira.

"As pessoas buscam situações que preencham o seu sentimento de recompensa e as tornam felizes, por isso, se o cérebro é programado para achar o álcool gratificante, então a pessoa vai consumi-lo. Agora entendemos a cadeia de ação: como nossos genes moldam esta função no nosso cérebro e como isso, por sua vez, leva a um comportamento humano", afirma o principal autor do estudo Gunter Schumann.

Schumann e seus colegas descobriram que o gene RASGRF-2 desempenha um papel crucial no controle como o álcool estimula o cérebro a liberar a dopamina, e, consequentemente, provocar a sensação de recompensa. Então, se as pessoas têm uma variação genética do gene RASGRF-2, o álcool dá-lhes um sentido mais forte de recompensa, tornando-os mais susceptíveis ao consumo excessivo.

O estudo inicialmente olhou para modelos de ratos sem o gene RASGRF2 para ver como eles reagiram ao álcool. Eles verificaram que a ausência do gene RASGRF-2 foi associada a uma redução significativa na atividade de busca por álcool. Após a ingestão de álcool, a ausência do RASGRF-2 diminuiu a atividade de neurônios que liberam dopamina em uma região do cérebro chamada área tegmental ventral (VTA) e impediu o cérebro de liberar a dopamina e, portanto, qualquer sentido de recompensa.

A equipe de pesquisa, em seguida, analisou imagens do cérebro de 663 garotos com média de 14 anos de idade que na época não haviam sido expostos a quantidades significativas de álcool.

Eles notaram que os indivíduos com variações genéticas no gene RASGRF2 tiveram maior ativação da área do striatum ventral do cérebro (estreitamente ligada à VTA e envolvido na liberação de dopamina) ao antecipar recompensa em uma tarefa cognitiva.

Segundo os pesquisadores, isto sugere que os indivíduos com variação genética no gene RASGRF-2 liberam mais dopamina ao antecipar uma recompensa, e, consequentemente, obtém mais prazer com a experiência.

Para confirmar estes resultados, os pesquisadores analisaram o comportamento de consumo de álcool do mesmo grupo de meninos aos 16 anos, quando muitos já tinham começado beber frequentemente. Eles descobriram que os indivíduos com a variação no gene RASGRF-2 bebiam com mais frequência do que aqueles com nenhuma variação no gene.

"Identificar fatores de risco para o abuso de álcool precoce é importante na concepção de intervenções de prevenção e tratamento para dependência de álcool", conclui Schumann.

Cerca de 6 em cada 10 jovens com idade entre 11 e 15 anos na Inglaterra relatam beber, um número que tem se mantido relativamente estável ao longo dos últimos 20 anos. No entanto, o consumo em excesso de bebida se tornou mais comum, com adolescentes bebendo uma média de seis unidades por semana, em 1994, e 13 unidades por semana em 2007. No Reino Unido, cerca de 5 mil adolescentes são internados no hospital a cada ano por razões ligadas ao consumo de álcool.

O abuso de álcool na adolescência também está ligado a pior desenvolvimento do cérebro, problemas de saúde na vida adulta, comportamentos de risco (dirigir embriagado, sexo inseguro) e comportamento antissocial.

A pesquisa foi publicada na revista PNAS.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
abuso de álcool    abuso de álcool em adolescentes    gene RASGRF-2    King's College London    Gunter Schumann   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.