Geral
publicado em 01/12/2012 às 12h45:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Forest Wander
Pesquisadores franceses descobriram anestésico natural na picada de abelhas
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadores franceses descobriram anestésico natural na picada de abelhas

Pesquisadores do Centre national de la recherche scientifique (CNRS), na França, descobriram que as picadas de abelhas domésticas (Apis melífera) contém um anestésico natural conhecido como 2-heptanona (2-H).

A descoberta vai permitir que 2-H seja produzido comercialmente como um anestésico local, que oferece vantagem adicional de baixa toxicidade para os seres humanos e animais.

Várias hipóteses têm sido feitas sobre a função de 2-heptanona (2-H), composto presente em muitos alimentos naturais e em insetos, mas suas propriedades anestésicas eram desconhecidas.

Os resultados agora mostram que 2-H, secretado pelas glândulas da mandíbula das abelhas, pode paralisar pequenos artrópodes picados pelas abelhas, por até nove minutos.

Como uma cobra, a abelha pode usar suas mandíbulas para morder um inimigo e secretar a substância na ferida, paralisando-a. As abelhas podem então retirar o intruso de seu ninho.

Esta abordagem é particularmente eficiente contra os predadores e parasitas que são pequenos demais para serem picados e mortos com veneno. Mas este anestésico, que ajuda a repelir as pragas que atacam as colônias das abelhas também tem um enorme potencial na medicina humana.

Os investigadores compararam as propriedades anestésicas de 2-H com os da lidocaína, um dos anestésicos mais utilizados no mundo. Testes das duas substâncias em larvas de traça e em uma preparação isolada do nervo ciático de ratos mostraram que suas propriedades e modo de ação foram muito semelhantes: ambos bloquearam particularmente os canais de sódio. Além disso, a 2-heptanona parecia ser muito menos tóxico do que a da lidocaína.

Devido a ter uma toxicidade reduzida em comparação com os anestésicos clássicos, a equipe acredita que a substância natural vai ter várias aplicações na medicina humana e veterinária.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
anestésico natural    abelhas    picada de abelhas    lidocaína    Centre national de la recherche scientifique    CNRS   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.