Saúde Pública
publicado em 25/11/2012 às 12h16:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: SEMADES
Influência de queimadas nas doenças respiratórias em Manaus foi tema de pesquisa.
  « Anterior
Próxima »  
Influência de queimadas nas doenças respiratórias em Manaus foi tema de pesquisa.

As internações hospitalares de crianças menores de nove anos por doenças respiratórias, em Manaus (AM), podem estar mais associadas às condições meteorológicas (climáticas) e de umidade, do que à exposição dos aerossóis emitidos em focos de queimadas na região.

A conclusão faz parte de um estudo realizado na capital amazonense que verificou a relação entre resíduos (material particulado) gerados a partir de queimadas e as doenças respiratórias ocorridas em Manaus. O estudo científico foi realizado pelo pesquisador Valdir Soares de Andrade Filho, por meio do Programa de Pós-Graduação em Clima e Meio Ambiente (Cliamb), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Segundo o pesquisador, no período chuvoso foram observadas as maiores taxas médias mensais de internação em crianças por doenças respiratórias.

O estudo teve por objetivo investigar a associação da exposição ao material particulado fino (poluentes de origem antropogênica, ou seja, provocada pelo homem) emitido em queimadas de biomassa e as internações hospitalares em crianças menores de nove anos de idade por doenças respiratórias na capital amazonense.

De acordo com Valdir, a região amazônica tem sofrido nas últimas décadas mudanças no padrão de uso do solo por meio do intenso processo de operação humana. "Estas alterações no uso do solo são responsáveis por emissões significativas de partículas de aerossóis para a atmosfera que por meio das queimadas, exercem uma série de efeitos diretos e indiretos no clima e funcionamento do ecossistema amazônico e à saúde das populações", afirmou.

Resultados

"Argumenta-se a hipótese de que as características ambientais inerentes ao período chuvoso para a região de Manaus exercem um papel importante na construção do conjunto de fatores que podem explicar as maiores taxas de internações de crianças por doenças respiratórias no período mais úmido da região", frisou.

Outro aspecto apontado pelo pesquisador são as iniciativas voltadas para o problema no Estado. "É necessário a realização de estudos mais amplos, envolvendo profissionais de diferentes áreas" , disse. Segundo ele, este conhecimento é importante para a definição de políticas de saúde pública de prevenção, planejamento urbano e ambiental de qualquer município, além de reforçar a necessidade da política de monitoramento contínuo da qualidade do ar. " Isso trará benefícios à qualidade de vida da população e embasamento de conhecimento científico", destacou o pesquisador.

Com informações da Fapeam

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
internação    queimada    doenças respiratórias    internações hospitalares de crianças    Manaus    Amazonas   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.