Geral
publicado em 25/11/2012 às 11h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Antonio Scarpinetti/Ascom/Unicamp
Foto: Antonio Scarpinetti/Ascom/Unicamp
Imagem mostra o suco concentrado. Gabriela Alves Macedo (a dir.) e Juliana Alves Macedo, envolvidas no projeto
  « Anterior
Próxima »  
Imagem mostra o suco concentrado.
Gabriela Alves Macedo (a dir.) e Juliana Alves Macedo, envolvidas no projeto

Pesquisadores do Departamento de Ciências de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp conseguiram potencializar as propriedades anticancerígenas do suco de laranja. Para isso, os cientistas usaram a biotransformação, que aumenta a concentração de compostos fenólicos livres e melhora atividade funcional de antioxidantes da fruta. O trabalho da pesquisadora Lívia Rosas Ferreira teve a orientação da professora Gabriela Alves Macedo e coorientação da professora Juliana Alves Macedo.

A escolha do alimento se justifica pelo fato de o Brasil ser o maior produtor mundial de concentrado de suco de laranja, além de estudos mostrarem que essa bebida possui grande capacidade antioxidante, em parte relacionada à presença de polifenóis.

A fim de aumentar a atividade funcional da fruta, o extrato semipurificado de tanase, obtido do microrganismo Paecilomyces variotti, foi avaliado quanto à sua capacidade de biotransformar os polifenóis hesperidina e naningina predominantes no suco de laranja de padrões comerciais.

Os resultados mostraram que o extrato semipurificado de tanase levou a um aumento de cerca de 17% do teor fenólico total e foi capaz de modificar o perfil polifenólico, convertendo os padrões hesperidina e naningina nas suas formas agliconas, que possuem maior atividade antioxidante do que as formas glicosiladas.

Dependendo do método empregado, a atividade antioxidante do suco de laranja aumentou de 50% a 70%. Para a pesquisadora, os estudos da biotransformação enzimática de polifenóis em matrizes alimentares, que revelaram o aumento da atividade antioxidante, abrem caminho para a produção de alimentos de consumo corrente com maiores atividades funcionais.

Segundo a autora, o trabalho mostrou pela primeira vez a capacidade do extrato semipurificado de tanase em atuar na hidrólise das flavanonas hesperidina e naringina, modificando o perfil polifenólico do suco de laranja de maneira a levar a um aumento da atividade antioxidante em meio artificial ou in vitro.

Com informações da Unicamp

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
suco de laranja    anticancerígeno    enzima    Departamento de Ciências de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Alimentos    FEA    Unicamp    Universidade de Campinas   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.