Geral
publicado em 22/11/2012 às 08h25:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas da University of Chicago Medicine, nos EUA, identificaram microRNAs capazes de converter células normais em células causadoras de câncer.

A descoberta ajuda a desvendar o mecanismo que as células do câncer de ovário utilizam para alterar as células normais ao seu redor e revela novos alvos para o tratamento da doença mortal.

No trabalho, publicado na revista Cancer Discovery, a equipe mostrou que as células do câncer de ovário induzem as células vizinhas a alterar a produção de três microRNAs, pequenos fios de material genético que são reguladores importantes da expressão genética.

Ao alterar a expressão de genes, os microRNAs podem alterar a função de uma célula. Neste caso, eles converter fibroblastos normais e saudáveis em fibroblastos associados ao câncer (CAFs). Estes CAFs desencadeiam sinais químicos que levam as células cancerosas a se multiplicarem, invadirem tecidos saudáveis e viajarem para locais distantes no abdômen.

Segundo os pesquisadores, a inversão dos sinais de microRNA, eles foram capazes de reverter CAFs em fibroblastos normais.

"Essa pesquisa fornece um novo e atraente alvo de tratamento. As células cancerosas se transformam rapidamente, o que lhes permite desenvolver resistência aos medicamentos. Mas fibroblastos associados ao câncer são geneticamente estáveis. Seu comportamento prejudicial é conduzido por microRNAs. Inibir os sinais é uma nova maneira de combater a doença. Ele interrompe o sistema de apoio do câncer e é pouco provável de desenvolver resistência", afirma um dos autores do estudo, Ernst Lengyel.

A equipe ressalta a necessidade de novos tratamentos para o câncer de ovário, pois não tem havido novas abordagens para a prática clínica em anos, e, portanto, não há grandes melhorias na sobrevida do paciente. "As abordagens terapêuticas visando microRNAs em células de câncer estão em desenvolvimento. Nosso trabalho sugere que pode ser possível modificar a expressão de microRNA em fibroblastos associados ao câncer para benefício terapêutico", concluem os autores.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
microRNAs    câncer de ovário    células causadoras de câncer    University of Chicago Medicine    Ernst Lengyel   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.