Geral
publicado em 12/11/2012 às 17h25:00
   Dê o seu voto:

Fumantes podem ter até quatro vezes mais complicações nas cirurgias plásticas

Além dos malefícios já conhecidos, especialista alerta que o hábito de fumar pode interferir no pré e no pós-operatório

 
tamanho da letra
A-
A+

Fumantes podem ter até quatro vezes mais complicações nas cirurgias plásticas. Além dos malefícios já conhecidos, hábito de fumar pode interferir no pré e no pós-operatório. É o que alerta o médico cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Marcelo Wulkan. A posição de Marcelo também é seguida por pesquisadores americanos.

Segundo especialistas, fumantes podem ter complicações respiratórias pós-cirúrgicas e maior dificuldade para a cicatrização. O fumo leva ao aumento da produção de radicais livres, desencadeando uma reação de oxidação - o que proporciona o envelhecimento precoce. "Além da produção de radicais livres, cada cigarro leva a um período de diminuição no calibre dos vasos sanguíneos, aporte de oxigênio e nutrientes na região da pele.

Nos casos em que se realizam cirurgias com amplos descolamentos, a tendência é de haver um risco maior de comprometimento do processo de cicatrização. Isso pode levar ao surgimento de necroses teciduais, deiscências de suturas (afastamentos das partes costuradas) e de coleções líquidas, dentre outras complicações. Desta maneira, é imprescindível adequar técnicas menos agressivas, com descolamentos teciduais menores para proteger o paciente de possíveis complicações, além de aconselhá-lo a cessar o fumo no pré-operatório. "Recomendo parar de fumar, no mínimo, um mês antes da plástica e por tempo variável após a cirurgia. A piora na cicatrização e aumento de complicações são conhecidos por todos os médicos e o paciente que deseja realizar a cirurgia em segurança precisa estar ciente dos riscos", explica Wulkan.

Cigarro e cirurgia plástica de nariz

O especialista ainda lembra que o tabagismo na cirurgia plástica de nariz (rinoplastia) pode tornar a mucosa nasal mais sensível durante a fase de recuperação. Pode ainda facilitar a tosse e infecções respiratórias de maneira que aumente a pressão arterial e pode haver sangramentos e "estourar pontos" (ex: abdominoplastia, plástica de mamas, implante de mamas, etc). Na ritidoplastia (plástica ou lifting facial), o tabagismo aumenta muito a chance de necrose (morte da pele).

"Portanto, independente do tipo de cirurgia, vale a pena o esforço de parar de fumar. O tabagismo, associado à exposição solar sem proteção, constitui um fator externo que agrava, e muito, o processo de envelhecimento natural", alerta. O médico ainda reforça que, o interessado em realizar cirurgia plástica, deve consultar um especialista membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Fumantes podem ter até quatro vezes mais complicações nas cirurgias plásticas
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Fumantes podem ter até quatro vezes mais complicações nas cirurgias plásticas


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
cirurgia plástica    tabagismo    fumo    Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica    Marcelo Wulkan   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.