Geral
publicado em 11/11/2012 às 07h00:00
   Dê o seu voto:

Cheirar cocaína uma vez por mês já aumenta risco de ataque cardíaco

Estudo mostra que droga torna artérias mais rígidas, eleva pressão arterial e aumenta espessura da parece do coração

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Pashapixel/Foto Stock
Uso recreativo de cocaína aumenta risco de infarto
  « Anterior
Próxima »  
Uso recreativo de cocaína aumenta risco de infarto

Pessoas que usam cocaína socialmente estão em maior risco de ataque cardíaco. É o que revela estudo de pesquisadores da University of Sydney, na Austrália.

O estudo mostra que a droga torna as artérias mais rígidas, aumenta a pressão arterial e aumenta a espessura da parece do coração.

A equipe, liderada por Gemma Figtree, utilizou a ressonância magnética (MRI) para medir os efeitos da cocaína em 20 adultos saudáveis que utilizavam a substância ilegal.

Os pesquisadores recrutaram 17 homens e três mulheres com idade média de 37 anos que relataram o uso de cocaína pelo menos uma vez por mês no ano anterior. Eles responderam a questionários sobre seu uso de drogas, fatores de risco cardiovascular e nível socioeconômico.

Pelo menos 48 horas após seu último uso de cocaína, os voluntários tiveram sua pressão arterial medida e depois passaram pelos exames de ressonância para avaliar a massa do coração e os níveis de funcionamento do coração e da aorta.

Os pesquisadores notaram que de 30 a 35% dos usuários apresentaram aumento na rigidez da aorta, além de terem pressão arterial 8 mm Hg maior e espessura da parede superior no coração 18% maior.

Os efeitos combinados que os pesquisadores descobriram coloca os usuários em maior risco de um ataque cardíaco espontâneo.

O estudo é o primeiro a documentar hipertensão persistente e rigidez vascular em usuários de cocaína, muito depois de os efeitos agudos terem passado. Estudos anteriores já haviam mostrado os efeitos imediatos da cocaína sobre o coração, e principalmente entre os dependentes de cocaína, não em usuários sociais.

Apesar de não está claro como o uso de cocaína repetido social faz com que os vasos sanguíneos endureçam, os pesquisadores estão investigando uma via de sinalização que pode ser ativada para causar tal resposta.

Os resultados do estudo ressaltam a necessidade de educação sobre os efeitos a curto e longo prazo do uso da cocaína para ajudar a prevenir ataques cardíacos e derrames.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Cocaína    Uso recreativo de cocaína    Ataque cardíaco    University of Sydney    Gemma Figtree   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Cheirar cocaína uma vez por mês já aumenta risco de ataque cardíaco
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Cheirar cocaína uma vez por mês já aumenta risco de ataque cardíaco


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Cocaína    uso recreativo de cocaína    ataque cardíaco    University of Sydney    Gemma Figtree   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.