Geral
publicado em 09/11/2012 às 13h08:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Reprodução: BE gLOVE
Imagem: BE gLOVE
Imagem da luva BE gLOVE que promete ajudar as mulheres no diagnóstico de câncer de mama Imagem da luva BE gLOVE que promete ajudar as mulheres no diagnóstico de câncer de mama
  « Anterior
Próxima »  
Imagem da luva BE gLOVE que promete ajudar as mulheres no diagnóstico de câncer de mama
Imagem da luva BE gLOVE que promete ajudar as mulheres no diagnóstico de câncer de mama

Uma luva criada no Reino Unido para ajudar as mulheres a detectarem precocemente o câncer de mama está causando polêmica. O equipamento promete ser tão eficaz quanto a mamografia. Apesar disso, a fabricante afirma que o produto não deve substituir o exame médico.

A luva é projetada para ampliar a sensibilidade do dedo 15 vezes, tornando mais fácil para as mulheres sentirem nódulos em seus seios.

Segundo a empresa responsável, um estudo realizado com 130 mulheres mostrou que o produto é capaz de identificar até o menor caroço em estágio inicial, o que aumenta a possibilidade de tratamento e as taxas de sobrevivência.

De acordo com a pesquisa, as pacientes que usaram a BE gLOVE ultrafina no autoexame puderam detectar 100% dos nódulos nos seios, enquanto as que se apalparam só com os dedos perceberam metade deles.

A empresa afirma ainda que a luva é antialérgica e poderia ser usada por até dois anos. Mas faz questão de frisar que as mulheres precisam ter o hábito de fazer o autoexame todo mês e, a qualquer sinal de nódulo, é preciso procurar um médico imediatamente.

Polêmica

Apesar dos resultados, duas instituições de caridade do Reino Unido advertiram as mulheres para não confiar que produtos afirmam ser melhores que exames médicos para o diagnóstico da doença.

Segundo Mia Rosenblatt, da Breast Cancer Campaign, a prova de que os dispositivos dessa natureza podem melhorar a detecção de tumores de mama ainda é muito limitada, por isso é preciso que as mulheres não usem ferramentas como a BE gLOVE como um substituto para as mamografias.

"Nós incentivamos todas as mulheres a verificar seus seios regularmente, saber o que é normal e discutir quaisquer preocupações com o médico de família", afirma Rosenblatt.

Uma mensagem semelhante foi entregue por Sally Greenbrook, da Breakthrough Breast Cancer. "É muito importante que as mulheres não sejam induzidas a erros quando se trata de verificar as mamas. Nós não defendemos o uso dessas luvas e gostaríamos de tranquilizar as mulheres que não há necessidade de gastar dinheiro em produtos como estes. A melhor técnica para que as mulheres é o autoexame da mama", afirma Greenbrook.

Diretrizes oficiais do Reino Unido aconselham as mulheres a realizar o autoexame da mama todo mês, mas uma pesquisa mostrou que a maioria das mulheres só se examina duas a três vezes por ano, e 55% não sabem o caminho certo para procurar por nódulos.

kwinterhalter
BE gLOVE

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Luva para autoexame da mama    mamografia    câncer de mama    BE gLOVE    Mia Rosenblatt    Breast Cancer Campaign   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.