Saúde Pública
publicado em 09/11/2012 às 09h40:00
   Dê o seu voto:

Epidemia de Aids em pessoas com mais de 50 será um dos desafios de Obama

Atualmente, cerca de 10% das novas infecções pelo HIV nos Estados Unidos acomete pessoas acima dessa faixa etária

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Shawn Thew/Lusa/ABr
Foto: White House/Lawrence Jackson
Foto: Shawn Thew/Lusa/ABr
Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, e Joe Biden, vice-presidente, comemorando a reeleição Presidente Barack Obama fala durante campanha contra Aids na George Washington University, em Washington Reeleito para mais quatro anos de mandato, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, agradece os votos.
  « Anterior
Próxima »  
Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, e Joe Biden, vice-presidente, comemorando a reeleição
Presidente Barack Obama fala durante campanha contra Aids na George Washington University, em Washington
Reeleito para mais quatro anos de mandato, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, agradece os votos.

Reeleito presidente dos Estados Unidos, Barack Obama terá entre seus maiores desafios o avanço econômico do país, a geração de empregos e a criação de um sistema universal de acesso à saúde. No combate à aids, Obama terá que enfrentar uma epidemia crescente em pessoas com mais de 50 anos.

Atualmente, cerca de 10% das novas infecções pelo HIV nos Estados Unidos ocorrem entre pessoas com mais de 50 anos. Segundo o diretor do Escritório Nacional de Políticas Anti-Aids, Grant Colfax, " a prevenção entre pessoas mais velhas é mais complicada porque os médicos são menos propensos a considerar a possibilidade de infecção nesta população."

Segundo dados nacionais, as taxas de HIV entre pessoas com mais de 50 anos são 12 vezes maiores em afro-descendentes e cinco vezes maiores nos latinos, em comparação com os brancos. Um dos fatores que colaboram com este fenômeno é o fato das populações negras e latinas terem, em geral, menos acesso aos cuidados clínicos.

Durante sua campanha à reeleição, Obama não citou o combate à aids como prioridade, segundo reportagem publicada recentemente pelo site Global Post. Este conceituado portal de notícias ressalta que, apesar de ter mantido o PEPFAR (Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o alívio da Aids) - criado em 2003 por George W. Bush - a gestão Obama deixou de usar, em 2012, quase 1,5 bilhão de dólares reservados para este Plano.

Taxas de HIV entre pessoas com mais de 50 anos são 12 vezes maiores em afro-descendentes e cinco vezes maiores nos latinos

O presidente reeleito foi elogiado por criar um plano nacional contra a epidemia, mas segundo ativistas, os meios para se atingir as metas traçadas ainda não estão claros.

Em 2010 e 2012, durante as Conferências Internacionais de Aids na Áustria e nos Estados Unidos, respectivamente, ativista criticaram Obama por manter as mesmas políticas conservadoras que Bush na área.

Os militantes destacaram o fato do governo Obama continuar trabalhando como " parceiro e amigo" da indústria farmacêutica. Segundo documento divulgado na Conferência de Washington, os Estados Unidos criaram uma lista de " Atenção Especial" para alguns países, como o Brasil, a Índia e a Tailândia, depois que essas nações se recusaram a pagar pelos altos preços das patentes dos medicamentos antiaids fabricados por laboratórios.

Brasil

Em entrevista à Agência de Notícias da Aids em 2011, a coordenadora no Brasil do Departamento de Aids da USAID (Agência Norte-Americana para o Desenvolvimento Internacional), Nena Lentini, afirmou que o foco da Agência é apoiar estratégias de aconselhamento e testagem rápida entre grupos de maior vulnerabilidade ao HIV.

Uma das ações que a agência apoia no Brasil é o projeto Quero Fazer. Trata-se de uma unidade móvel de teste rápido para HIV que oferece o resultado em cerca de 30 minutos, com sigilo e segurança. O trailer fica estacionado próximo a locais onde gays, HSH (homens que fazem sexo com homens) e travestis costumam frequentar, em horários alternativos aos serviços disponíveis. A iniciativa é executada pelo Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada (EPAH) em parceria com o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

Fonte: AGENCIA AIDS
   Palavras-chave:   Aids    HIV    Barack Obama    Estados Unidos    Grant Colfax    Escritório Nacional de Políticas Anti-Aids   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Epidemia de Aids em pessoas com mais de 50 será um dos desafios de Obama
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Epidemia de Aids em pessoas com mais de 50 será um dos desafios de Obama


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Aids    HIV    Barack Obama    Estados Unidos    Grant Colfax    Escritório Nacional de Políticas Anti-Aids   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.