Profissão Saúde
publicado em 05/11/2012 às 13h53:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: CFM
Renato Azevedo, presidente do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp)
  « Anterior
Próxima »  
Renato Azevedo, presidente do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp)

Dos 106.418 médicos em atividade no estado de São Paulo em 2012, 55,96% - ou 59.555 deles -, têm uma ou mais especialidade médica. São considerados especialistas os médicos que concluíram um programa de Residência Médica e/ou obtiveram título via sociedade médica em alguma das 53 especialidades legalmente reconhecidas. Os outros 46.863 médicos paulistas, ou 44,04% do total, não têm titulo de especialista. São aqui chamados de generalistas.

Essa é uma das conclusões do estudo Demografia Médica realizado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) por meio do cruzamento de dados do próprio Conselho, da Comissão Nacional de Residência Médica e da Associação Médica Brasileira, que reúne as sociedades de especialidades.

De acordo com o levantamento do Cremesp, cada profissional pode registrar e exercer mais de uma especialidade. Como não se sabe qual delas é praticada de fato como primeira opção, o levantamento do Cremesp considerou todos os registros de especialistas. Foram, assim, contabilizados 69.416 especialistas em atividade em São Paulo.

Pediatras, ginecologistas e obstetras somam 15.136 profissionais, 21,80% do total, ou mais de um quinto dos especialistas do estado. Outros 30.435 médicos se concentram nas dez especialidades seguintes mais procuradas, de forma que nas 12 áreas mais numerosas estão 65,65% de todos os especialistas.

Segundo informou o conselho, cabe ressaltar que médicos com menos de 30 anos ainda estão em processo de especialização e os mais velhos, das últimas faixas etárias, não vivenciaram as especialidades tituladas nos moldes atuais.

Para o presidente do Cremesp, Renato Azevedo Júnior, " o novo censo estadual de especialistas é mais um esforço do Cremesp em contribuir, com dados inéditos e de qualidade, com o debate atual sobre a disponibilidade de médicos em relação às necessidades de saúde da população e sobre a formação médica, o que inclui a ampliação do direito de acesso de todos os médicos à Residência Médica e à especialização" .

O detalhamento de informações e análises sobre especialidades será divulgado em breve no estudo Demografia Médica no Estado de São Paulo, que trará, dentre outros dados, a distribuição dos especialistas segundo sexo, idade e região.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
especialidade médica    Cremesp    Conselho Regional de Medicina de São Paulo    Demografia Médica   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.