Geral
publicado em 17/10/2012 às 09h34:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Judit Fabian/University of Utah
Foto: Judit Fabian/University of Utah
O anel intravaginal experimental desenvolvido na Universidade de Utah. O produto entregou, durante 90 dias, o medicamento tenofovir, preventivo contra Aids, quando implantados em carneiros. Ao lado do novo anel, dois outros anéis intravaginais já disponíveis comercialmente. À esquerda, o Estring, que proporciona terapia de substituição de estrogénio para mulheres pós-menopausa. No lado direito, NuvaRing, o anel que libera contraceptivo
  « Anterior
Próxima »  
O anel intravaginal experimental desenvolvido na Universidade de Utah. O produto entregou, durante 90 dias, o medicamento tenofovir, preventivo contra Aids, quando implantados em carneiros.
Ao lado do novo anel, dois outros anéis intravaginais já disponíveis comercialmente. À esquerda, o Estring, que proporciona terapia de substituição de estrogénio para mulheres pós-menopausa. No lado direito, NuvaRing, o anel que libera contraceptivo

Cientistas americanos desenvolveram um novo anel intravaginal capaz de impedir a transmissão do vírus HIV de forma eficaz.

O dispositivo, apresentado na American Association of Pharmaceutical Scientists (AAPS) Annual Meeting and Exposition, consiste em um anel reservatório que deve ser instalado dentro da vagina.

O aparelho composto por tubos plásticos que absorvem água libera doses de tenofovir (TFV), uma droga que impede que o HIV se instale no corpo.

Os anéis precisam ser trocados a cada 90 dias e possuem uma nova tecnologia que permite que uma grande reserva de medicamento fique disponível no corpo durante esse período. As quantidades são liberadas diariamente, evitando assim o contágio pelo vírus.

"Prevemos que este anel será capaz de lançar um espectro de drogas que atualmente não podem ser aplicadas devido a limitações da tecnologia. A abordagem é altamente adaptável para quase qualquer droga, a quantidade de fármaco distribuída a cada dia e a velocidade de liberação pode ser modificada facilmente, se necessário", afirma o líder da pesquisa Patrick Kiser.

Segundo Kiser, a proteção garantida pela liberação constante de TFV pelo anel é semelhante ou superior a do gel vaginal de curta-duração, que se mostrou eficaz na redução do risco de infecção pelo HIV em mulheres.

O próximo passo da equipe é pesquisar anéis que possam liberar tanto o TFV quanto hormônios contraceptivos, como o levonorgestrel.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
anel intravaginal    anel intravaginal com tenofovir    Aids    HIV    tenofovir    Association of Pharmaceutical Scientists    Patrick Kiser   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.