Geral
publicado em 16/10/2012 às 16h36:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Após a descoberta de uma proteína que funciona como marcador biológico, a pesquisadora Dulce Elena Casarini, da Sociedade Brasileira de Hipertensão, lancará um kit inédito com o primeiro marcador de pressão capaz de antecipar o diagnóstico da hipertensão, doença que acomete cerca de uma em cada três pessoas no mundo. Método foi discutido no XX Congresso Brasileiro de Hipertensão, neste mês.

Além do método não ser invasivo, ter baixo custo e resultado rápido, ainda é capaz de identificar lesão renal precoce em diabéticos. " Após a realização de um teste de urina, separamos a proteína por eletroforese e a transferimos para uma membrana, se o resultado for aumentado temos como diagnóstico uma lesão renal" , explica a pesquisadora.

O kit, resultado de um estudo financiado pela FAPESP, será lançado no próximo ano. O desenvolvimento do diagnóstico só foi possível após a identificação de uma nova forma da enzima conversora de angiotensina I (ECA) que funciona como marcador biológico da doença em ratos e que desempenha o mesmo papel em seres humanos.

O estudo inicial realizado com animais demonstrou que ratos hipertensos, sempre carregam esse composto na urina, enquanto os animais saudáveis e sem qualquer tendência a hipertensão, não apresentam essa forma da enzima.

Para a comprovação da pesquisa, foi realizado um estudo populacional para a comprovação da hipótese. Foi realizada uma amostragem aleatória com a população urbana de Vitória, Espírito Santo, seguindo as diretrizes gerais da OMS. Ao todo foram 1.661 domicílios pesquisados no Hospital Universitário e submetidos a exames clínicos e laboratoriais. Os indivíduos com idade entre 25 e 64 anos foram inicialmente entrevistados em suas casas e, em seguida, foram programadas visitas ao hospital, onde foram submetidos a exames clínicos e laboratoriais.

O objetivo do estudo foi investigar, em um grande corte da população, a presença urinária do 90 kDa da ECA N-domínio e determinar sua associação com presença de hipertensão e fatores associados que podem contribuir para o desenvolvimento de pressão sanguínea elevada.

Segundo a pesquisadora, o teste é de extrema importância, pois indica a predisposição de uma pessoa à hipertensão, permitindo que ela tome medidas que retardem o aparecimento da doença e suas complicações. " A partir do resultado, as pessoas podem começar a se prevenir mudando seu estilo de vida, já que caso o paciente não tome as devidas providências o aumento de sua pressão será apenas uma questão de tempo" , explica ela.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hipertensão    kit    diagnóstico    Sociedade Brasileira de Hipertensão    SBH    Congresso Brasileiro de Hipertensão    Dulce Elena Casarini   
Comentários:
Comentar
Angela Lucia
postado em:
15/01/2013 19:59:14
Gostaria de conhece-la pois tambem sou Casarini.Tatui S.PCELULAR:(15)81157275TELEFONE:(15)32513274
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.