Ciência e Tecnologia
publicado em 03/10/2012 às 18h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Penn State and Ascent BioNano Technologies
Pouco maior que uma moeda, dispositivo de análise de células usa dois feixes de som para atuar como pinças acústicas
  « Anterior
Próxima »  
Pouco maior que uma moeda, dispositivo de análise de células usa dois feixes de som para atuar como pinças acústicas

Cientistas da Penn State University, nos EUA, criaram uma técnica que utiliza ondas acústicas para separar e classificar células colocadas em um chip. A tecnologia vai permitir criar dispositivos médicos em miniatura para analisar diferentes tipos de células simultaneamente.

O dispositivo usa dois feixes de onda acústica, ou sonora, que atuam como pinças e classificam um fluxo contínuo de células. Ao mudar a frequência das ondas acústicas, os pesquisadores podem facilmente alterar os caminhos das células.

Segundo o líder do estudo, Tony Jun Huang, como o dispositivo pode classificar as células em cinco ou mais canais, isso irá permitir que mais tipos de células sejam monitoradas simultaneamente, o que abre o caminho para dispositivos de análises menores, mais eficientes e baratos.

A equipe acredita que laboratórios biológicos, genéticos e médicos podem usar o dispositivo para vários tipos de análise, incluindo testes de sangue e genéticos.

A maioria dos dispositivos atuais de separação de células permite que as células sejam classificadas somente em dois canais de cada vez. Outra desvantagem dos atuais dispositivos de separação de células é que as células devem ser encapsuladas em gotículas, o que complica ainda mais a análise.

"Hoje, a triagem de células é feito em dispositivos enormes e muito caros. Queremos minimizá-los para que eles sejam portáteis, de baixo custo e possam ser alimentados por baterias", afirma Huang

De acordo com Huang, o uso de ondas sonoras para separação de células é menos provável de danificar as células do que as técnicas atuais.

Os pesquisadores primeiro testaram o dispositivo de análise em três canais. Uma vez que o equipamento produziu as ondas acústicas, as partículas separaram-se dentro dos canais.

Após esta experiência, os pesquisadores analisaram células brancas do sangue que foram afetadas pela leucemia. As células de leucemia foram primeiramente enviadas para o canal principal e, em seguida, separadas em cinco canais.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Ondas acústicas    análise celular    dispositivos portáteis    Penn State University    Tony Jun Huang   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.