Geral
publicado em 01/10/2012 às 17h35:00
   Dê o seu voto:

Rio de Janeiro registra aumento de casos de coqueluche e catapora em 2012

De acordo com secretaria, somente este ano foram confirmados no estado 2.857 casos de catapora, sendo 572 em agosto

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: ALERJ
Alexandre Chieppe, superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Estado de Saúde
  « Anterior
Próxima »  
Alexandre Chieppe, superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Estado de Saúde

Os casos de coqueluche e catapora, doenças comuns entre crianças, registraram aumento no Rio de Janeiro, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro. Os casos de coqueluche em 2012 somam 186 contra 166 registrados em todo ano de 2011. Somente este ano foram confirmados no estado 2.857 casos de catapora, sendo 572 em agosto.

De acordo com o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da secretaria estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, não há uma explicação científica para o aumento da doença neste período do ano. No entanto, a mudança do clima associada ao período escolar, devido ao confinamento dentro das salas de aula, podem contribuir para o aumento dos casos.

Para evitar o contágio das doenças, Chieppe ressalta que alguns cuidados devem ser reforçados. Ele destaca a importância de os pais manterem em dia a caderneta de vacinação e prestar a atenção aos sintomas das doenças. " Sempre que aparecer os sinais sugestivos dessas doenças, os pais devem procurar o serviço de saúde, pois, com o tratamento precoce, nós conseguimos tanto tratar a criança quanto interromper a cadeia de reprodução da doença" , explicou.

Duas vacinas são importantes para prevenir a coqueluche: a DTP (que imuniza contra difteria, tétano e coqueluche) aplicada em crianças com idade até 6 anos e a Tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e Haemophilus influenza B HIB) para crianças até 1 ano de idade.

Outras medidas para evitar a contaminação estão nos cuidados com a higiene e situações do dia a dia. " Sempre lavar as mãos após ir ao banheiro, utilizar álcool em gel e ter cuidado ao espirrar para evitar a propagação do vírus" , destacou Chieppe.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Rio de Janeiro registra aumento de casos de coqueluche e catapora em 2012
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Rio de Janeiro registra aumento de casos de coqueluche e catapora em 2012


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
coqueluche    catapora    Rio de Janeiro    Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.